De cabelos loiros e cílios mais compridos, ficou difícil de reconhecer quem participou do clipe de Barbara Ohana, sobrinha da atriz Cláudia Ohana. Porém, se observarmos direito, podemos identificar o ator Cauã Reymond na pele da personagem ‘Clara’. Dessa maneira, ele parou a internet na semana passada e deixou muita gente de ‘queixo caído’, tudo para ajudar no combate ao preconceito e a intolerância contra homossexuais.

“Você não ensaia um olhar, descobre dentro de você a delicadeza do olhar”, disse Cauã Reymond sobre a sua preparação para se transformar na personagem transexual do clipe da cantora carioca Barbara Ohana, da #Música ‘Your Armies’ (Seus exércitos).

Publicidade
Publicidade

Diferente do galã que muita gente está acostumada a ver, Cauã Reymond se transformou de um jeito que ninguém nunca tinha visto. Ali ele não era Cauã, nem Juliano e nem Jorginho, era apenas ‘Clara’, uma transexual que sofre na pele o preconceito de um desconhecido cruel e violento.

A preparação para Cauã se transformar em Clara, começou bem antes da gravação do clipe. Em entrevista ao Fantástico na rede Globo, o ator revelou que chegou a carregar um sapato de salto alto para onde fosse só para treinar. “Se para mulher é difícil, para homem é mais ainda”, afirmou ele se referindo ao fato de andar com os sapatos femininos.

A gravação do clipe aconteceu em São Paulo, no mês de abril, e durou dois dias, esses que o ator teve por obrigação cumprir o ritual de se transformar em uma transexual, protagonista do vídeo clipe da cantora carioca que lançou seu primeiro álbum no ano passado.

Publicidade

Segundo Cauã, o processo de maquiagem para ele se transformar em Clara não era nada rápido e ainda revelou que o que ele mais achou engraçado, foi sua filha vê-lo usando peruca. Durante o vídeo clipe, o ator usou também salto alto e lingerie e disse ter se divertido muito com tudo isso.

Como o seu personagem não tinha nenhum texto, Cauã disse ter buscado inspiração em mulheres que estavam em sua volta para procurar delicadeza e fragilidade para dar vida a sua interpretação.

“A música fala sobre a falta de coragem de viver um amor. Sobre a violência que pode nascer em um coração no lugar que deveria ser de uma paixão”, comentou a cantora sobre o seu trabalho.

A trama que se passa no vídeo clipe, começa durante um show, onde Clara começa a trocar olhares com um cara que está com seus amigos em um bar, que é o personagem do ator Júlio Machado. O flerte então se transforma em alvo de piadas para os amigos do homem que dão gargalhadas e debocham do que está acontecendo.

Depois disso, Clara decide sair do local.

Publicidade

O homem que trocava olhares com ela vai ao seu encontro e em um ato totalmente cruel, ele espanca a transexual com quem antes ele flertava.  No fim do clipe, a transexual tatua na testa do tatuador a palavra ‘Coward’ (covarde), deixando assim no ar, uma mensagem importante.

“Eu esperava conseguir gerar um diálogo sobre o assunto, passar uma mensagem de respeito”, disse Barbara Ohana.

O vídeo clipe hoje já tem mais de 1 milhão de visualizações só no YouTube, o que indica que a parceria entre Cauã e Barbara foi perfeita e que os fãs adoraram o resultado final do trabalho. #Famosos #Homofobia