Um dos principais destaques da faixa "Novelas da Tarde", do #SBT, "Meu Coração É Teu" conseguiu manter os bons números de audiência conquistados por "A Dona", sua antecessora, e isso ocorreu mesmo apesar das obras terem estilos absolutamente diferentes. Os motivos para isso são muitos.

A atração anterior tinha uma "pegada" mais dramática, pertencente à escola de novelas fortes, como "Abismo de Paixão", também em exibição atualmente no canal de Silvio Santos, "Mariana da Noite", Manancial" e "Abraça-me Muito Forte", que já foram vistas por aqui.

Enquanto isso, "#Meu Coração É Teu" é mais leve e, mesmo apesar de ter doses de drama, aposta em comédia.

Publicidade
Publicidade

Fora isso, apesar de não ser uma obra infantil como "Carrossel", "Chiquititas" e "Cúmplices de um Resgate", que ganharam adaptações no Brasil, tem muitas crianças, o que contribui para atingir toda a família.

Somente o protagonista, Fernando Lascuráin Borbolla (Jorge Salinas), tem sete filhos, daí o título da série espanhola "Ana e os Sete", que inspirou "Meu Coração é Teu". Na produção, a mocinha se vê ameaçada a dançar como stripper por um ano numa casa noturna após ficar em dificuldades financeiras e pedir um empréstimo.

Buscando alternativas, ela acaba sendo contratada para ser babá dos filhos de Fernando - Fanny, Nando, Alicia, Sebastián, Luz e os gêmeos Alex e Guille. Como não poderia deixar de ser, Ana leal (Silvia Navarro) se apaixona pelo chefe, que também fica balançado, mas acaba engravidando a vilã Isabela Vázquez de Castro (Mayrín Villanueva), que usa isso como trunfo para casar-se com o milionário.

Publicidade

Ou seja, um triângulo amoroso capaz de atrair a torcida dos telespectadores, e crianças que aprontam mil e uma para tirar o juízo de Ana garantindo muitas risadas em quem assiste.

Não por acaso, "Meu Coração É Teu" consegue se manter na casa dos 8 pontos de média mesmo apesar de concorrer com o policialesco "Cidade Alerta", da Record, e a bem sucedida "Eta Mundo Bom!", da Globo, que tem a melhor audiência das 18h desde 2011. #Novela Mexicana