A atriz, humorista e cantora brasileira Dercy Gonçalves, famosa por seus trabalhos artísticos durante as décadas de 50 e 60, completaria 109 anos nesta quinta-feira, 23 de junho, se estivesse viva. O buscador #Google está fazendo uma homenagem para Dercy com uma animação representando a felicidade que estava sempre estampada no rosto da artista. O doodle permanece no ar até o final do dia de hoje na página principal do Google e no assistente pessoal Google Now.

Dercy morreu no dia 19 de julho de 2008, aos 101 anos, no Rio de Janeiro, estado onde também nasceu. A causa da sua morte foi um quadro de pneumonia que mais tarde evoluiu para insuficiência respiratória e sepse pulmonar, que é quando uma bactéria, fungo ou vírus invade o órgão.

Publicidade
Publicidade

Na internet são frequentes memes com personagens de Dercy, principalmente pelo temperamento bem humorado da artista e pelas respostas diretas em entrevistas, até mesmo com muitos palavrões. Engana-se quem pensa que essa fama é apenas em nível local. No exterior ela também é conhecida. Dercy ficou marcada pelo Guinness Book - o livro dos recordes -, como sendo a atriz com o maior tempo de carreira já registrado no mundo: 86 anos de puro talento.

Em 2012, quase quatro anos depois da morte de Dercy, a TV Globo exibiu uma obra em sua homenagem. A minissérie "Dercy de Verdade", escrita por Maria Adelaide Amaral e com direção de Jorge Fernando, durou quatro episódios e foi baseada no próprio livro da atriz, "Dercy de Cabo a Rabo".

Neste mês de junho, o canal fechado Viva, da programadora Globosat, está reexibindo a trama todo sábado às 22h45.

Publicidade

Além disso, as mídias sociais do canal estão divulgando conteúdo do CEDOC (Centro de Documentação da Globo) sobre os trabalhos da atriz ao longo de sua carreira, com fotos e depoimentos.

O apresentador Gugu Liberato, em seu primeiro "Programa do Gugu (Record)" da temporada 2016, apostou nas matérias mais sensacionalistas e visitou o túmulo de Dercy Gonçalves para desvendar um suposto conto de que ela teria sido enterrada em pé. Gugu chegou a abrir o túmulo onde está enterrada a atriz. Na ocasião, em fevereiro deste ano, tanto o apresentador como a Record sofreram críticas de alguns telespectadores, mas garantiram que tudo estava autorizado pela família.

De qualquer forma, vemos que Dercy continua - e continuará - sendo lembrada pela mídia e, principalmente, pelas pessoas apreciadoras do seu trabalho. Sua contribuição para o movimento artístico brasileiro nunca vai morrer. #Televisão #Arte