Ontem, segunda-feira (20), o ator Edson Celulari postou uma foto onde aparece de cabeça raspada, iniciando as primeiras sessões de quimioterapia. O ator anunciou, na sua página social, a luta contra o câncer linfoma não-Hodgkin, deixando seus fãs bem assustados. Edson ainda falou que a descoberta do tumor foi um susto, mas afirma que está bem. O ator, de 58 anos, faz elogios aos médicos que o acompanham. "Com fé, sairei deste #Tratamento ainda mais forte", declarou. Depois, agradeceu todas as provas de amor, carinho, apoio e oração de seus fãs.

Nesta terça-feira (21), no 'Mais Você', a apresentadora Ana Maria Braga enviou mensagem de apoio para o ator.

Publicidade
Publicidade

"Queria mandar um beijo para o meu amigo querido Edson Celulari”, disse Ana Maria Braga.

Edson também recebeu mensagem de apoio de sua ex-esposa, atriz Claudia Raia. Ela elogiou sua força dizendo, "O Edson é muito guerreiro e está muito confiante, com o coração cheio de amor da família, amigos e fãs". E repetiu as palavras dele que: "vai sair dessa ainda mais forte". Concluiu dizendo que todos estão rezando e torcendo muito por sua recuperação.

Sobre o Câncer linfoma não-Hodgkin

O linfoma é um dos cânceres mais comuns em todo o mundo. Um dos diagnósticos mais inquietantes desse tumor é que ele atinge o sistema de defesas do organismo, comprometendo a circulação dos glóbulos brancos, os principais responsáveis de combate às doenças contra os vírus e bactérias, se tornando uma #Doença que atingi todo o corpo.

Publicidade

Segundo dados, 40% dos pacientes com esse tipo de câncer são atingidos de forma menos agressiva. Tem um processo muito lento, porém, é um tumor grave do sistema linfático. Seu tratamento costuma ser com quimioterapia, radioterapia ou terapia-alvo. Em situações mais graves, pode apelar para o transplante de medula óssea. Mesmo sendo muito raro, os médicos ficam em alertas pelos surgimentos de vários casos da doença que duplicou nos últimos anos, especialmente entre homens e mulheres com mais de 60 anos, que moram nas regiões do Sul e Sudeste do país. #Medicina