Simon Cowell anunciou que o regresso do One Direction não é para já e que há a possibilidade real do grupo não voltar nos próximos anos. Em entrevista à revista, “Variety Magazine”, o empresário de uma das bandas com maior êxito do cenário musical foi muito honesto ao garantir que não vê nenhum sinal de que o futuro da banda seja sorridente. Ao contrário do que Niall Horan tinha prometido, o One Direction não vai voltar em 2017 e as notícias começam a preocupar muitos todos os “directioners”.

Muito se tem falado sobre o regresso do One Direction, contudo as últimas declarações de Simon Cowell, bem como as carreiras solo de Harry Styles e Liam Payne, fazem com que o desejo de milhões de fãs sobre o regresso, o mais breve possível, seja constantemente adiado, colocando-o mesmo em risco.

“O One Direction, eu acho que não veremos o grupo por um bom tempo, para ser sincero” (em tradução livre), garantiu Simon Cowell durante a entrevista à “Variety Magazine”, não tendo qualquer tipo de problema em admitir que não vai pressionar os artistas para que eles voltem.

Publicidade
Publicidade

Caso seja mesmo o desejo de Harry, Liam, Niall e Louis, então sim, Simon Cowell investirá novamente no grupo inglês, contudo a data do regresso parece ser cada vez mais remota e difícil de se concretizar.

Além das questões profissionais, a relação entre Louis Tomlinson e Harry Styles pode ser o principal problema para um futuro regresso, já no ano de 2018. Segundo informa a imprensa internacional, os dois amigos já não se falam desde o final de 2015, altura em que os quatro membros se separaram de vez, sendo que é certo que até eles conseguirem resolver os seus problemas, será praticamente possível o One Direction conseguir cumprir o prometido aos fãs, que é voltar o mais rapidamente possível. Será que também Simon Cowell já desistiu da ideia de que os quatro jovens vão conseguir resolver os problemas e se juntar novamente? Nas redes sociais, muitos fãs garantem estar desiludidos e chocados pelo novo anúncio de Simon Cowell, ao garantir que o futuro do grupo é tudo, menos "risonho".

Publicidade

#Famosos