A Globo decidiu que vai exibir uma cena de sexo gay entre os personagens André (Caio Blat) e Tolentino (Ricardo Pereira) em "Liberdade, Liberdade", novela transmitida desde abril na faixa das 23h.

A sequência já foi escrita pelo autor Mário Teixeira e liberada pela emissora para ser gravada e veiculada em 13 de julho, segundo informações do site Notícias da TV. A primeira cena de sexo entre homens da história dos folhetins nacionais não será explícita, mas terá direito ao aguardado beijo entre os personagens, descrito pelo novelista como "desesperado".

Na sequência, André engole seco quando Tolentino tira a camisa e o encaminha em direção à cama.

Publicidade
Publicidade

Para Teixeira, a transa é "urgente, adiada, bruta e ansiada".

O momento ocorre depois que Tolentino fracassa ao procurar presos que fugiram e acaba humilhado pelo personagem de Mateus Solano, Rubião. Porém, André "dá colo" ao amado, evitando com que ele fique deprimido pela situação.

O sexo entre o casal, no entanto, acontece em meio à angustia que Tolentino nutre de assumir o que sente pelo amigo, mesmo apesar das muitas declarações que já trocaram, sempre com um dizendo ao outro sobre a importância que eles têm em suas vidas.

Para tormento de André, depois do ato, Tolentino vai fingir que nada aconteceu entre eles. Inclusive, agarrará Gironda (Hanna Romanazzi) violentamente, afirmando que fará dela sua esposa, tudo isso na frente do homem com quem acabara de transar.

O momento intenso entre André e Tolentino ocorrerá poucos dias após o primeiro dormir com o colega totalmente nu.

Publicidade

Ele tira a roupa de Tolentino, que está bêbado e sujo, precisando descansar. Quando o homem acorda, fica assustado por sua situação. Pouco depois, quase acontece o primeiro beijo entre eles, mas são surpreendidos por Dionísia, que estraga o clima.

O diretor Vinícius Coimbra já havia dado declarações evidenciando o desejo de que a Globo liberasse a cena de sexo entre os personagens, pois o público estava torcendo por eles, assim como aconteceu em 2013 com o casal gay de “Amor à Vida”. #Televisão #Novelas #Liberdade Liberdade