Não é novidade para ninguém que a telenovela das 23h da TV Globo 'Liberdade, Liberdade' usa e abusa dos temas polêmicos para conseguir audiência e interesse do público. Não é a toa. Em época de protestos, mudança política e econômica no Brasil, temas como sistema de governo, escravidão, racismo e questões ligadas aos direitos da população LGBT continuam ainda muito atuais e vêm desde o período colonial e Império. Uma das temáticas abordadas pela trama é a posição do homossexual na sociedade do século 18. O personagem vivido por Caio Blat, André, sofre de amores e desejo pelo Coronel Tolentino (Ricardo Pereira). Segundo informações divulgada pela imprensa de celebridades no jornal Folha de S.

Publicidade
Publicidade

Paulo, há chances de que Caio protagonize junto a seu colega de cena a primeira cena de sexo gay da TV brasileira.

De acordo com o periódico, a emissora quer transmitir a cena nessa novela porque ela passa em um horário mais tarde, o que pode diminuir o impacto na audiência, evitando uma queda dos números. A proposta é que a cena não seja explícita e nem violenta e apenas deve insinuar movimentos entre os dois personagens. O diretor da trama, Vinícius Coimbra, disse para a Globo e também ao autor, Mario Teixeira, que tem vontade de gravar a sequência. Para o dramaturgo, o público aceita o casal e torce por ele.

Beijo polêmico

Quem não lembra do beijo dado entre os personagens Félix (Mateus Solano) e Nino (Thiago Fragoso) da novela "Amor à Vida"? Escrita por Walcyr Carrasco, a trama deixou muitos conservadores de cabelo em pé ao ver que os dois conseguiram finalmente seu final feliz, formando família e seguindo uma história de paixão até a eternidade.

Publicidade

O beijo, claramente apaixonado, desafiou a sociedade, que em parte torcia por uma troca simbólica de afeto que desenvibilizasse a população gay e de outro lado não queria uma cena tão "ousada" em pleno horário das 21h. A própria novela contudo, tal como "Liberdade, Liberdade" exibiu diversas vezes cenas de carícias, beijos e até sexo entre personagens heterossexuais. O autor, por sua vez, não se incomodou em exibir a cena desse casal também. Assista novamente.

#Televisão #Liberdade Liberdade #LGBT