O final da sexta temporada de “#Game of Thrones” se encarregou de eliminar alguns vilões da série, e talvez este seja o momento de as atenções voltarem para quem realmente importa: O Rei da Noite. No season finale, Benjen afirma que a Muralha além de todo o gelo, possui feitiços de proteção que impedem o avanço dos Caminhantes Brancos para o Sul.  

Os leitores de “As Crônicas de Gelo e Fogo” conhecem bem como se deu a construção da Muralha. Especulações, por parte destes entendedores, sobre menções ou a aparição do Berrante de Joramun – uma relíquia que tem o poder de destruir a Muralha. Em uma entrevista cedida ao Deadline (via AdoroCinema), David Benioff e Dan B.

Publicidade
Publicidade

Weiss – produtores da série - comentaram alguns segredos e o que planejam a partir de agora:

"Não pretendemos entregar informação demais. Existem livros, e a série, e seria complicado para os dois se penetrássemos em detalhes demais sobre utilizarmos ou não certos elementos. O que foi nítido na 6ª temporada, bem claro, é que a Muralha não se trata de uma estrutura física embarreando a tropa dos mortos. Se os Selvagens pudessem cruzar, e eles o fizeram, e o Rei da Noite possui mais poder e uma tropa que faz literalmente tudo que ele proferir... vamos falar somente isso por hora", afirmou David Benioff.

No entanto, Weiss não encara o Rei da Noite como um vilão. Ele o vê como a Morte: "Ele é diferente de Joffrey ou Ramsay. Ele nem é humano. Para mim, a crueldade advém quando se possui uma alternativa entre bom ou mau, e você opta pelo caminho ruim.

Publicidade

O Rei da Noite não possui alternativa; ele foi designado daquele jeito, e aquela coisa é o que ele é. De certo modo, ele é apenas a morte, se aproximando de todos os personagens (...) Ele é unicamente o poder de extermínio. Não há tentação em escrever diálogos para o Rei da Noite. O que quer que ele dissesse seria anticlimático."

O personagem terá maior abordagem na sétima temporada, que será a penúltima com apenas sete episódios. "(...) devemos encerrar enquanto as pessoas continuam assistindo à série. Terminar em um ponto alto para não haver pessoas dizendo, 'graças a Deus acabou", explicou Weiss.

"Isso é verdade.", completou Benioff. "Mas não apenas isso. Tentamos contar a história de maneira coerente com início, meio e fim. A gente sabe o fim há um certo tempo e estamos nos encaminhando para ele. As cenas do último episódio mostram isso. Daenerys enfim regressando para Westeros; Jon Snow como o rei do Norte e Cersei rainha no Trono de Ferro. Todos sabem que o Rei da Noite está lá, aguardando todos eles. Algumas peças foram removidas do tabuleiro, e permanecemos nos dedicando ao fim do jogo. (...)”.  #Televisão #Seriados