A cena que promete ser uma das mais picantes em Liberdade, Liberdade pode terminar muito mal. E não é sobre a possível sequência de sexo entre Tolentino e Rubião que a página do #Conectados no Blasting News está se referindo. Mas é a aventura sexual de Rubião que terminará em morte. Tudo começa quando o intendente ganhar uma escrava de presente...

Rubião ordena que Anita arrume sua bela escrava para passarem a noite juntos. Na cena seguinte mostra o oficial só de calças, sem camisa, despindo e admirando a negra. A empregada pergunta se o patrão deseja que ela saia e ele afirma que tanto faz, "se quiser, fique aí e assista".

Publicidade
Publicidade

Então o intendente transa com sua nova aquisição na frente de Anita.

Na nova cena de sexo, quando Rubião toca o corpo da escrava, Anita demonstra excitação ao ver o patrão na cama com outra mulher. Ao ver que a empregada se interessou, o oficial faz um convite: "junte-se a nós, Anita". A governanta tira as próprias roupas e pega na mão da escrava. Os três ficam nus no quarto do oficial e as coisas ficam realmente quentes em Liberdade, Liberdade. Contudo, assim que Anita se aproxima da outra mulher, ela solta um grito por ver uma flecha fincando o peito da escrava.

A flecha vem do lado de fora da casa e a bela negra cai morta instantaneamente na cama. "Abaixe-se, Anita! Estamos sendo atacados", diz Rubião, assustado. Ele busca sua arma e procura o bandido pela fresta da janela, mas apenas avista um vulto pela rua. A cena é cortada e a sequência já mostra Tolentino diante do corpo da escrava. "A negra morreu na hora. Mas a flecha era para mim. Isso partiu de uma besta, o que não é comum. Então quero que faça uma devassa atrás da arma, Tolentino", ordena o intendente.

Publicidade

Nervoso pelo atentado, Rubião ordena que virem a cidade de cabeça para baixo. "Quem for encontrado com uma besta, será enforcado", define o oficial. Assim, Tolentino encontra um homem com as descrições ordenadas e acaba matando o suspeito de tanto apanhar. E, claro, o inocente não confessa o crime que não cometeu. Com isso, o manda-chuva de Vila Rica manda enforcar qualquer preso apenas para servir de exemplo. #Novelas #Liberdade Liberdade