Após o sério acidente sofrido pelo ator - e protagonista do longa - Dylan O’Brien, “Maze Runner: A Cura Mortal” teve seu lançamento adiado por tempo indeterminado, e agora corre o risco de ser cancelado.

De acordo com o relatório apresentado pela WorkSafeBC, agência de segurança do trabalho, o acidente realmente foi responsabilidade da 20th Century Fox e sua equipe de produção. A equipe do estúdio não pode garantir a segurança do astro, e os ferimentos de seu acidente podem deixar sequelas.

“Dylan O’Brien recebeu ‘orientação mínima’ para que uma arriscada cena de ação fosse realizada, que demandava que o ator saltasse de um automóvel em movimento para outro”, assegura o relatório (via CinePOP).

Publicidade
Publicidade

O documento revela também que o acidente ocorreu devido ao desordenamento dos condutores dos veículos em questão. Além disso, a cena sofreu modificações em cima da hora, aparentemente a corda que deveria puxá-lo foi mudada de posição, e Dylan não foi avisado.

Tamanha irresponsabilidade teve como resultado o desastre que pode terminar no cancelamento definitivo da produção, além é claro, dos possíveis processos contra os produtores responsáveis pelo longa-metragem.

Os ferimentos sofridos pelo jovem ator, foram tão graves, que a produção do #Filme foi pausada imediatamente e sua estreia, prevista para fevereiro de 2017, foi adiada por tempo indefinido, para garantir sua recuperação.

No último final de semana, o vice-presidente executivo da 20th Century Fox, Chris Petrikin, enviou um e-mail ao The Globe, como resposta ao relatório da agência de segurança. “Ainda que não concordemos com todas as terminações do Relatório de Inspeção, nos entristecemos profundamente por esse acidente horrendo e as graves lesões sofridas por Dylan O’Brien.

Publicidade

Esperamos trabalhar com a WorkSafeBC a fim de tentar retificar certos equívocos no relatório, e debater sobre nossas apreensões. Nossas atenções estão voltadas, neste momento, para a recuperação absoluta de Dylan após esse desastre”, pontuou.

Após o comunicado, Petrikin se negou a falar sobre o assunto com a imprensa.

O acidente do astro aconteceu em março, no Canadá. E ele foi atingido por um carro que estava em alta velocidade no set onde aconteciam as gravações. Ele teve fraturas, concussões e lacerações na face.

Uma jornalista do OnLocationVacations afirmou na última semana, que a Fox teria dispensado toda a equipe da produção e iria anunciar que o filme seria cancelado em breve, tendo como principal razão a fatalidade com Dylan e a recente gravidez de Kaya Scodelario, que também protagoniza o filme.

A informação deve ser encarada como boato ou especulação, até que a 20th Century Fox se pronuncie. #Cinema #Curiosidades