A saída do Reino Unido da #União Europeia é sem dúvida alguma o principal assunto do momento e os quatro países que resolveram deixar o grupo agora terão que assumir as consequências da decisão tomada, que para especialistas, trará uma série de complicações, inclusive para o mercado audiovisual britânico, que agora deverá enfrentar sua crise particular.

A maioria dos britânicos votou pela saída do bloco europeu, em um referendo realizado nesta última quinta-feira (23), e agora já começaram a surgir os primeiros problemas. O diretor da IFTA - Associação Independente de Filme e Televisão Britânica, Michael Ryan, já avisou que será simplesmente devastador para o setor, uma vez que o financiamento de filmes e séries para a TV são obtidos devido à coproduções em parceria com vários países europeus, o que dificilmente acontecerá agora.

Publicidade
Publicidade

Ryan já não sabe como ficarão daqui para frente as relações com esses coprodutores e com os financiadores e agora pode até ser que sejam impostas algumas taxas para as produções do Reino Unido manterem as parcerias. No meio disto tudo está uma das produções de maior sucesso no mundo todo, o seriado "#Game of Thrones", produzido pela HBO e que está com sua sexta temporada chegando ao fim.

Já existe, entre os profissionais da área, a certeza que haverá uma perda de recursos, uma vez que possivelmente os países da UE não irão mais ajudar financeiramente esses projetos. Quem mais investia nestes filmes e seriados, como o "Game of Thrones" era o "Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional", que é da União Europeia, mas uma vez que o Reino Unido não faz parte mais do grupo, os investimentos ficam comprometidos.

Publicidade

Outra questão que irá prejudicar diretamente o seriado "Game of Thrones" é a questão de cenários em outros países para gravação das cenas. Antes era muito mais fácil levar a equipe para outros países do bloco onde as filmagens eram realizadas, agora haverá uma grande burocracia e os gastos serão elevados.

Boa parte das filmagens é realizada na Irlanda do Norte, mas inúmeras vezes era preciso recorrer a alguns países da UE para algumas cenas. Fãs temem pelo fim de "Game of Thrones" ou então pela queda de qualidade na produção. #Entretenimento