Conforme já foi divulgado pela Blasting News, a #Rede Globo topou transmitir a primeira cena de relação sexual gay da televisão. A interpretação ficará por conta de Caio Blat e Ricardo Pereira, que são responsáveis pelos papeis de André e Tolentino na novela das 23h, 'Liberdade, Liberdade'. A trama se passa no ano de 1808, chegada da Família Real ao Brasil, período em que a homossexualidade era vista como crime punido com enforcamento, como tantos outros.

A história de amor está sendo contada ainda que de forma sutil, mas o suposto casal da novela vem avançando aos poucos. A informação foi confirmada nesta quinta-feira, dia 23 de junho, pelo responsável pelo site 'Notícias da TV', o jornalista Daniel Castro.

Publicidade
Publicidade

De acordo com a Globo, que forneceu mais informações para o comunicador, a sequência com a relação íntima entre os personagens foi liberada para ser gravada. Quem escreveu a cena foi Mário Teixeira, autor da novela. Até o momento, apena era suspeito que os personagens iriam se beijar, mas a informação não era confirmada. Pela internet, muitas pessoas se revoltaram, e outras abraçaram a ideia e estão ansiosas pela cena.

O jornalista revelou também detalhes sobre a cena. De acordo com ele, não haverá sexo explícito, e apenas insinuação em algumas partes. O beijo na boca entre André e Tolentino vai acontecer, a menos que a emissora mude de ideia repentinamente. Daniel também disse que no roteiro do capítulo está "um beijo represado e angustiado", que represente bem o amor entre os dois personagens, que sabem que podem morrer caso sejam descobertos.

Publicidade

O soldado apaixonado pelo rapaz vai tirar a camisa e André "perderá" o ar. No roteiro, há também a descrição de que Tolentino vai empurrá-lo violentamente para a cama, onde André ficará sentado, e começará a cena íntima. O autor Mario Teixeira deixou como exigência dos personagens algo bruto e urgente.

Gays são polêmica na Globo?

A primeira cena de beijo entre dois homens foi exibida na novela 'Amor à Vida'. Antes de passar, a ideia já causava polêmica entre os brasileiros, que grudaram no televisor para acompanhar o final do romance entre Félix (Mateus Solano) e Nino (Thiago Fragoso), que lutaram também para adotar uma criança.

Relembre a cena:

Veja também comentários sobre a futura cena íntima de 'Liberdade, Liberdade':

#Liberdade Liberdade #LGBT