Elisa está decidida a ir embora de casa e vai morar com seu padrinho. Seu Augusto não quer que ela o deixe alegando que a casa é dela. A filha, por sua vez, rebate dizendo que a casa deixou de ser sua quando a mãe morreu. Elisa vai levar com ela Dolores e Horácio. 

Florência acusa Almerinda de ter colocado seu pai na cadeia de propósito, só para obrigá-la a ficar nessa situação, e diz que o culpado é Ramiro Mendonça. A dona da processadora defende o capataz, dizendo que ele é um cachorro fiel, que nunca morderia a mão que lhe dá de comer.

Elisa arruma sua mala e Augusto pede para que ela fique, ela então diz que ele não tem nenhuma obrigação com ela, já que não é sua filha.

Publicidade
Publicidade

Augusto diz que, mesmo que ela não tenha o seu sangue, é sua filha, pois a criou e precisa dela, porém Elisa já tomou sua decisão e vai embora da casa dos Castaños. 

Sabrina chega em casa e é surpreendida pela mãe que a estava esperando e questiona por onde a filha andava. Ela diz que estava na casa de uma amiga, e a mãe desmascara a menina, dizendo que tinha acabado de falar com a amiga da jovem, e esta disse que não a viu. A filha de Edmundo confessa para a mãe que estava com Paulo e que já é maior de idade, e por isso pode ficar com quem quiser. 

Augusto fica desolado pela partida da filha e se arrepende da forma como tem tratado a jovem. Carmém tenta consolar o marido, mas é em vão. Ele por sua vez questiona a esposa perguntando o que ela pretende com essa atitude solidária para com Elisa e ele.

Publicidade

Seu Augusto vai até a processadora falar com Ramiro e aceita vender suas terras para o capataz dos Arangos. Almerinda vai procurar Damião e pede para que ele volte para casa. O filho por sua vez aceita voltar, mas com uma condição: se Elisa é sua irmã, que Almerinda divida a herança de seu pai com Elisa pois é direito dela. A viúva se nega a dividir seu dinheiro com Elisa e Damião renuncia à sua herança, dizendo que não vai voltar para casa e nem voltar a trabalhar na processadora.

Almerinda revela a Damião que a herança de seu pai está quase toda perdida e lhe conta tudo o que aconteceu e que Guido é o culpado. Henrique contrata um advogado para defender Guido. O advogado explica que o caso é bem complicado pois existem provas de que ele cometeu a fraude na processadora.

Lúcio e Edmundo vão à capital solicitar uma cópia dos documentos. Henrique vai procurar Florência na fazenda dos Arangos para dizer que já tem notícia sobre o caso de seu pai e que hoje mesmo ele irá para cadeia definitivamente.

Publicidade

Damião não acredita que Guido seja culpado e diz para a mãe que ele pode assegurar que existe alguém por trás disso, como Ramiro e Paulo, que seriam capazes de roubar o dinheiro sem se importar que Guido fosse para a cadeia. Almerinda culpa o filho por tudo que está acontecendo na processadora e que isso não teria acontecido se ele não tivesse deixado tudo para ficar com Elisa.

Gael procura Elisa na casa de seu Lúcio e diz que, se ela pedir, ele deixa absolutamente tudo por ela. O namorado de Paloma pede que Elisa lhe de uma oportunidade de se apaixonar. Edmundo e Lúcio vão à capital pegar a segunda via dos exames de DNA e paternidade de Elisa e Damião.

Padre Guardalupe procura o bispo para pedir um conselho, pois está desesperado e não pode viver com esse peso na consciência. O bispo, por sua vez, é firme dizendo que entende o dilema do padre, mas que um segredo de confissão não pode ser revelado pem hipótese nenhuma.

O bispo fala que foi um grande erro deixar Lupe por muito tempo no mesmo povoado junto à sua família e que isso o fez perder a objetividade, e que talvez a solução seja trocá-lo de paróquia. Guadalupe diz que esse não é o momento para que o mudem de paróquia, pois ele ainda tem muitos assuntos pendentes no povoado.

Lúcio e Edmundo pegam os exames. Sem poder esperar, mais o padrinho de Elisa abre os exames para ver seu resultado e pula de felicidade ao ver que o mesmo diz que Elisa é filha de Augusto. #Novela Mexicana #Abismo de Paixão