Nesta semana, a novela das 23h da #Rede Globo foi um dos principais assuntos em razão da cena de sexo gay estrelada por André (Caio Blat) e Tolentino (Ricardo Pereira). Foi a primeira vez que a emissora carioca apostou em uma transa entre homens em um folhetim, depois de ter liberado o beijo entre pessoas do mesmo sexo em algumas atrações.

O momento mostrou um beijo do casal, que passou os últimos capítulos trocando olhares e demonstrações de afeto, e terminou na cama, apenas insinuando a relação sexual. Apesar da ausência do ato em si, a sequência gerou barulho nas redes sociais, com comemorações pelo avanço e críticas dos que não concordam com a exploração carnal da relação.

Publicidade
Publicidade

A questão é que é o sexo traz transtornos para André e Tolentino, primeiro porque o segundo fica bastante incomodado com os sentimentos que nutre pelo amigo e acaba indo para a cama com Gironda (Hanna Homanazzi), tentando esquecer o que aconteceu. O problema é que os dois se encontram novamente e são flagrados pela prostituta, que os denuncia.

Por isso, André acaba preso por sodomia, pois a relação entre homens não é tolerada na época em que "Liberdade, Liberdade" é retratada.

Para salvar o amado, Tolentino assassina Gironda. Porém, livre, André reencontra Otto, vivido pelo ator Luan Vieira, um antigo amigo que reaparece para balançar o irmão de Joaquina (Andreia Horta), que o chama de querubim.

Eles começam a namorar e isso faz com que Tolentino fique furioso, mesmo apesar dele estar se envolvendo com Vidinha (Yasmin Gomlevsky).

Publicidade

O problema, segundo a coluna Telinha do jornal Extra é que o coronel não consegue parar de pensar no amigo. Ele segue se envolvendo com mulheres, até cogita se casar com Gironda antes de matá-la, mas nenhuma atitude tem o efeito desejado na trama de Mário Teixeira.

Como consequência da atração, André e Tolentino quase transam novamente, mas são vistos por Otto. O assassino de Gironda resolve ordenar que os dragões de Minas espanquem o rival e, para completar, ainda manda que ele e André sejam presos por sodomia. #Novelas #Liberdade Liberdade