Nos próximos capítulos da novela das 21h da Globo "#Velho Chico", Bento (Irandhir Santos) vai conseguir uma vitória contra Afrânio (Antonio Fagundes) após se unir a Martim (Lee Taylor), e mesmo apesar de ter levado uma surra encomendada pelo coronel.

Como sabido, o irmão de Santo (Domingos Montagner) é surpreendido por um homem que diz trabalhar na prefeitura de Grotas e que tem provas contra os políticos locais, mas que tem medo de perder seu emprego. Então, eles combinam um encontro na praça e Bento é surpreendido por três homens, que lhe dão uma surra até que ele fique desacordado.

A situação, no entanto, não faz com que o político volte atrás.

Publicidade
Publicidade

À polícia, ele se faz de desentendido ao ser questionado sobre o que aconteceu, mesmo apesar do delegado estranhar que Bento apanhou e nem assaltado foi. O homem afirma que seu celular foi quebrado e não tinha muito dinheiro no bolso e volta a dizer que não se recorda de nada.

Porém, em conversa com Martim, Bento revela que está certo de que os jagunços agiram por ordem de Afrânio, e os dois estreitam ainda mais a relação, acreditando que o ato orquestrado pelo coronel significa que estão no caminho certo. Bento avisa que não pretende se desviar e vai seguir com seus planos.

Durante a sessão na Câmara dos Vereadores para votação do projeto de saneamento básico, o Saruê fica estarrecido ao se deparar com Bento no local. Além dele, estarão ali Santo, Martim e Beatriz (Dira Paes), juntamente com os moradores da cidade, reunidos pelo quarteto.

Publicidade

A questão é que os vereadores demonstram medo de Afrânio e começam a se dispersar, mesmo com Santo avisando que a sessão ainda nem começou.

O irmão do agrônomo se sente derrotado, e o de Sá Ribeiro mostra-se vitorioso, anunciando que vai embora, ao mesmo tempo em que diz a Bento que ele é a lei. "Ontem o senhor foi a lei, hoje pode ser que ainda seja, coronel. Mas uma coisa eu garanto: amanhã ou depois o senhor não será!", retruca o rival.

A população se irrita e a sessão é reaberta, com o projeto aprovado por unanimidade, mesmo diante do olhar ameaçador do coronel. Então, Bento termina a sessão festejado pelo povo, segundo o jornal Extra. #Novelas #Eta Mundo Bom