Foi em 2007 que Sonia lançou seu primeiro livro, tendo assim se engajando e dando inicio a sua carreira de escritora. Depois de fazer a biografia de Rafael Ilha, que durou dois anos, Sonia Abrão está sendo procurada por muitos editores para que ela escreva uma possível biografia de seu primo, o vocalista Chorão, da banda Charlie Brown Jr.

Alexandre foi encontrado morto em seu apartamento, que fica no bairro de Pinheiros, em São Paulo, no dia 6 de março de 2013. A causa da morte foi uma overdose de cocaína. Chorão vinha de uma depressão pós-separação da mulher, a estilista Graziela Gonçalvez, e também de alguns problemas com drogas.

Publicidade
Publicidade

Chorão estava sendo procurado pelos integrantes de sua banda desde o meio-dia, do dia 5 de março, um dia anterior da sua morte.

Sonia recebeu a notícia do falecimento por volta das 6 da manhã pelo pai de seu filho, e em seguida teve que se dirigir até o local do falecimento, junto com sua irmã, que como ela residem na cidade de São Paulo, diferentemente do resto da família, que mora em Santos, tendo assim o primeiro contato com todo o acontecimento junto da sua irmã e do guitarrista Luiz Carlos Leão Duarte Junior, o Champignon.

Após passar dois anos se dedicando a biografia de Rafael Ilha, Sônia não tem planos para começar a escrever outro livro, seu principal trabalho é o de jornalista, e é difícil se dedicar as duas coisas. Mas, ainda assim, grandes cantores a procuraram para uma possível biografia escrita por ela, entre elas estão a cantora Simoni e a dupla Pepê e Neném, que são bastante próximas e entenderam a posição de Sonia em não querer se comprometer com um novo trabalho.

Publicidade

Entre tantas pessoas que gostariam de ter a capa de seu livro assinada por Sonia Abrão, existem muitas editoras que a procuraram para que ela escrevesse a biografia de Chorão. Um dos motivos disso não ser possível é seu estado emocional diante da morte de seu primo, que ainda é bastante recente, e seu trabalho como jornalista e apresentadora, que exige a maior parte de seu tempo e dedicação. A possibilidade de uma biografia de Chorão ser escrita por Sonia não foi descartada, mas essa ideia inicial ainda continua adiada. #Famosos