Caso acompanhe de alguma forma os assuntos mais populares da internet, já deve ter ouvido falar em Marina Joyce, uma vlogger fashion britânica. Ela faz vídeos voltados para o público jovem, falando sobre maquiagem, vestidos e relações, mas ultimamente muitas coisas parecem não estar se encaixando no jeito dela.

Nos vídeos mais recentes de Marina, seu comportamento mudou drasticamente. Quem a acompanha em seu canal do YouTube, passou a reparar hematomas espalhados pelo seu corpo e um olhar vidrado e paranoico que antes não fazia parte do modo espontâneo da moça. Não demorou muito e a internet já começou a formular diversas teorias, e a que ganhou mais força é a de que Marina está sendo mantida em cárcere, sofrendo abusos físicos e psicológicos e sendo obrigada a gravar os vídeos para o canal.

Publicidade
Publicidade

Calma, não é loucura! Existem sinais para endossar esse pensamento.

As maiores suspeitas surgiram após o último vídeo que Marina postou em seu canal, "Date Outfit Ideas", quatro dias atrás. A expressão facial dela está irreconhecível, parecendo completamente assustada e se comportando como se estivesse sendo obrigada e orquestrada em todos os seus movimentos. A parte mais assustadora acontece aos 13 segundos, quando se pode ouvir um "help me" (me ajude) sussurrado.

Em outro momento, ao girar para exibir o vestido que está usando, os hematomas na parte de trás de seus braços ficam muito claros, algo que já aconteceu em outras ocasiões. Além disso, ela já exibiu hematomas nos joelhos e até mesmo alguns mais intrigantes nos tornozelos, que remetem muito à marcas de corrente.

Falando em correntes, no vídeo "Question and Answer", postado há uma semana, Marina pula para tentar mostrar os pés no vídeo, mas tudo que acontece é um barulho de correntes alto demais para que seja de alguma joia ou adereço.

Publicidade

A opção mais clara é de que quem está a mantendo em cárcere é o seu namorado, e que ele teria sido o responsável pela mudança no comportamento da garota - como se ela tivesse começado a agir anormalmente pouco tempo depois do início do relacionamento.

Na manhã desta quarta-feira (27), Marina Joyce fez uma transmissão ao vivo na internet em que tentava se explicar a respeito das suspeitas dos fãs, afirmando que está bem e que ninguém precisa se preocupar, mas seu comportamento segue o mesmo: olhando assustada para os lados e através da câmera, como se alguém estivesse dizendo para ela qual é seu próximo movimento.

Apesar de declarar repetidamente que está bem e nada está acontecendo, alguns sinais deixados por ela dizem o contrário. Muitos fãs enviaram tweets pedindo para que Marina curtisse a mensagem caso estivesse com problemas. Ela curtiu simplesmente todos os tweets com a mensagem e também publicou uma foto em seu Instagram com a hashtag que popularizou no Twitter para ajudá-la, #SaveMarinaJoyce.

Publicidade

Algumas pessoas chegaram a publicar prints de um suposto tweet que ela teria deixado no ar por apenas um minuto, dizendo: "Eu preciso de ajuda, ele está armado". Em um vídeo, uma arma apareceu encostada em um canto do quarto, algo que não é tão comum no Reino Unido quanto nos #EUA.

As redes sociais têm dado diversos pequenos indícios de que ela está tentando enviar sinais para os fãs, mas o jornal "Mirror", um dos mais renomados do Reino Unido, noticiou também na manhã desta quarta-feira que a polícia de Londres conferiu a casa de Marina e que ela está "segura e bem".

Um encontro com os fãs está marcado para o dia 3 de agosto, em um local um tanto quanto suspeito e assustador, que já foi palco de tragédias em Londres há muito tempo.  #Famosos #Viral