Caso queira, o Comitê Olímpico brasileiro pode processar o apresentador Fausto Silva. Ele perdeu a paciência ao vivo e fez acusações sérias contra a entidade, chegando a chamá-la de "imbecil". Tudo para fazer uma proteção ao atleta da ginástica Diego Hypólito. Ele foi proibido minutos antes de entrar no ar de participar da atração dominical, exibida para todo o país. O ginasta recebeu uma ligação, que o proibia de entrar no palco. Caso insistisse, ele seria expulso dos jogos olímpicos do Rio de Janeiro, que começam no mês que vem. 

Diego não quis dizer para a equipe de Faustão quem fez a censura, mas logo o apresentador ligou os pontos.

Publicidade
Publicidade

O comunicador disse que a proibição estava vinculada à uma acusação de assédio sexual sofrida por um técnico da seleção de ginástica. Ele é acusado de molestar sexualmente um dos atletas, menor de idade. O atleta não teve o nome revelado. Em entrevista, Diego disse que jamais teve qualquer problema do tipo do profissional, que acabou sendo afastado do cargo, enquanto as investigações continuam.

A pressão contra Diego irritou Faustão. Nos bastidores, ele começou a chorar copiosamente e passou mal. Uma produtora entrou ao vivo e revelou que ele precisou ser socorrido por médicos e levado pelos bombeiros. Ela, no entanto, não deu informações sobre o estado de saúde do atleta, que teria sido supostamente levado para uma clínica da região. 

Fausto Silva chegou a passar por cima até mesmo de sua própria emissora para falar sobre a polêmica.

Publicidade

A TV Globo é uma das patrocinadoras da Olimpíada e transmitirá o evento. De certa maneira, ela evita que polêmica como essa ganhem repercussão, pois podem atrapalhar o seu Ibope. O apresentador, ainda no ar, deu espaço para uma nota da seleção de ginástica, que confirmou a proibição a Diego. De acordo com a entidade, o atleta não teria pedido permissão para ir ao programa. 

Faustão novamente negou a nota. A produtora dele também, revelando que as chamadas na televisão estavam sendo divulgadas há três dias, mas que a proibição ocorreu um minuto antes dele entrar no ar. 

Será que a Globo punirá o comunicador por ele falar a verdade? A se esperar!  #É Manchete!