Que #Game of Thrones é uma série de sucesso ninguém duvida, não é mesmo? Mas a série já foi mais humilde no que diz respeito ao montante pago a seu elenco, o que rendeu recusas famosas de papéis na trama.

O mais recente “declaradamente arrependido” é o ator escocês Brian Cox. Ele disse ter recusado atuar na série pelo salário desinteressante na época do convite. “Eles têm muito dinheiro agora. E eu fui besta. Besta porque acabei me tornando fissurado pela série”, admitiu aos risos em entrevista ao Vodzilla. O veterano não chegou a ter conhecimento de que papel desempenharia caso fosse escalado e declarou que a Batalha dos Bastardos foi deveras impressionante.

Publicidade
Publicidade

Brian poderia interpretar o pai de Brienne, Lorde Selwyn Tarth ou o arquimeistre Marwyn (citado na sexta temporada). Seriam papéis bastante relevantes e talvez curtos onde caberia a contratação do ator, mas são apenas especulações dos fãs.

Conhecido por seu premiado trabalho nos cinemas, Brian já deu as caras em diversas séries de TV, como “O Julgamento de Nuremberg” e “Deadwood”, ambas da HBO, onde dividiu a cena com Ian McShane, o septo Ray que participou de um episódio da sexta temporada de Game of Thrones (e foi assassinado por membros da Irmandade sem Bandeiras, provocando a ira de Sandor Clegane). Seus trabalhos mais recentes foram em Penny Dreadful (em sua temporada final) e War and Peace.

Jonathan Pryce, o odiado Alto Pardal, também rejeitou um papel na série, mas voltou atrás em sua decisão e viveu seu personagem por duas temporadas.

Publicidade

Sua atuação como o líder da Fé dos Sete trouxe as mais diversas reações dos expectadores.

Outro ator que foi convidado a integrar o elenco da série foi Dominic West. Ele daria vida ao personagem Mance Ryder na terceira temporada, mas desistiu do papel em decorrência de problemas familiares. O ator chegou a comentar que se arrependeria de sua decisão.

O gosto amargo do arrependimento deve descer garganta abaixo desses atores, não é mesmo? É impossível não levar em consideração a dimensão que Game of Thrones tem atingido no mundo das séries e produções audiovisuais. Ser parte de um projeto de tamanha grandeza e credibilidade traz bons frutos para colheita de qualquer membro da equipe, não só do elenco.

Agora é aguardar ansiosamente as novas contratações para a sétima temporada que já deixa os fãs ansiosos por sua estreia em meados de abril de 2017. #Entretenimento #Seriados