A série de maior sucesso da atualidade, “Game of Thrones”, da HBO, foi originada à partir da saga literária criada por George R.R. Martin, “As Crônicas de Gelo e Fogo”. Com cinco volumes já lançados quando a série teve início há seis anos atrás, todos acreditavam que o sexto volume sairia a tempo da sexta temporada, porém não aconteceu e não há previsão para a publicação. Os roteiristas receberam suporte de Martin para guiar a série ao longo desta temporada pela ausência do livro base, mas os fãs não aguentam mais esperar.

Em um evento nos Estados Unidos, George R.R. Martin esteve com Stephen King, um dos mais bem-sucedidos e famosos autores de romances de suspense e terror do mundo.

Publicidade
Publicidade

O encontro foi propício para Martin tirar uma dúvida que vem torturando seus fãs há uns bons anos: “Afinal, como raio consegue escrever tantas obras tão rápido?”. O season finale da sexta temporada de #Game of Thrones foi intitulado “Os Ventos do Inverno” em homenagem ao próximo livro de Martin que terá o mesmo nome. E já se foram cinco anos desde o lançamento de “A Dança dos Dragões”.

Após a pergunta, George R.R. Martin continuou: “Eu penso ‘Uau! Tive excelentes seis meses e adiantei três capítulos!’ Enquanto você acabou três livros inteiros no mesmo período”.

Stephen King contou a Martin como funciona sua rotina diária, esclarecendo que dedica entre três e quatro horas diárias e tem como meta terminar o dia sempre com o mínimo de seis páginas de qualidade. “Supondo que o manuscrito tenha 360 páginas, o trabalho inteiro é feito em dois meses” e concluiu garantindo que o processo de escritura em si, costuma correr muito bem.

Publicidade

Não é a primeira vez que o autor das crônicas que inspiraram GOT aborda publicamente a questão da sua lentidão para escrever e seu constante bloqueio de escritor. Ele perguntou retoricamente e bem-humorado a King: “Você nunca tem aqueles dias em que se senta para escrever e é como uma prisão de ventre? Escreve uma linha e a odeia? Ou se pergunta se realmente possui talento? Talvez possa apenas ter sido algo canalizado naquele momento?”.

Ambos os autores são bem-sucedidos desde a década de 1960, contudo, King já publicou de lá para cá 54 obras e 200 contos. Porém são literaturas completamente diferentes e o universo idealizado por Martin é de uma complexidade extrema, os fãs que o digam!

#Entretenimento #Seriados