Os últimos dois anos foram marcados pela crise política e econômica no Brasil. Muita gente precisou reavaliar as próprias contas e tentar chegar a uma solução sobre como pagá-la. Não só pessoas comuns que passam por apuros para fechar o mês, como também personalidades. É o caso da atriz Joana Fomm. Aos 76 anos e demitida desde 2013 da Rede Globo de Televisão, a eterna 'Perpétua' de 'Tieta' não tem um emprego e já estaria a passar necessidades. O drama se tornou tão forte que ela decidiu pedir ajuda através de uma rede social. Por meio do Facebook, ela tentou a atenção dos seguidores e dos colegas de profissão. 

Na mensagem, ela deixa claro que nunca tinha ficado tanto tempo sem oportunidades de trabalho e pede socorro.

Publicidade
Publicidade

“Amigos, estou precisando trabalhar. Como atriz ou jornalista. Tem horas que fica difícil ainda. Ainda não tinha encarado essa. Alguém precisa de mim”, publicou ela. O relato de Joana Fomm foi feito na noite de quarta-feira, 20, mas ganhou repercussão na grande imprensa. Muita gente chegou a acusar a TV Globo de esquecer seus talentos e deixá-la na miséria. No entanto, lembramos, a Globo é uma empresa e infelizmente essas coisas acabam acontecendo. Muitos atores não se planejam para a velhice e passam necessidades pela falta de oportunidades de trabalho nessa idade. 

"Gente, um absurdo a Globo fazer isso e deixar uma atriz desse gabarito na miséria. Acho que a emissora deveria respeitar mais seus nomes. O governo também poderia fazer alguma coisa para planejar melhor a vida do seu staff", indagou o internauta. 

Nascida em Minas Gerais, Joana trabalhou na última vez na TV em 'Os Experientes' no ano passado, mas sob regime de contrato por produção, ou seja, bastou acabar a produção para ela ser mandada embora.

Publicidade

Ela foi demitida da TV Globo em 2013, depois de 40 anos prestando trabalhos exclusivos para o canal. O desligamento causou polêmica, já que a atriz era um dos principais nomes da emissora. A Globo não comenta as acusações feitas pelos telespectadores;  #É Manchete!