Zeca Camargo não conseguiu convencer a juíza Rozana Fernandes Camapum, da 17ª Vara Cível e Ambiental de Goiânia e por isto terá que pagar uma indenização à família do cantor Cristiano Araújo. A ação indenizatória foi movida pela família e também pela empresa responsável pela carreira de Cristiano. A CA Produções Artísticas Ltda moveu uma ação, contando com o apoio do pai do cantor, João Reis de Araújo.

O motivo desta briga toda é que José Carlos Brito de Ávila Camargo, conhecido por todos como Zeca Camargo, chegou a fazer um comentário onde deixou os familiares do cantor morto bastante revoltados, assim como também os amigos e fãs de Cristiano Araújo.

Publicidade
Publicidade

Os comentários do apresentador do "É De Casa" chegou a incomodar até os músicos sertanejos, causando uma indignação generalizada.

A acusação foi de que Zeca debochou das pessoas que estavam sentidas pela perda do cantor que morreu muito novo e comoveu todo o país e que o apresentador global chegou a ser até preconceituoso de certa forma ao falar sobre a cultura sertaneja que é tão forte em todo nosso país.

Zeca Camargo alegou perante a juíza, "ilegitimidade ativa e passiva", mas a magistrada recusou e confirmou que por a vítima estar morta, a indenização por danos morais deverá ser repassada a todos aqueles que representam a imagem da pessoa falecida, ou seja, a empresa que é responsável pela carreira de Cristiano Araújo e também o pai do cantor.

Para se defender, Zeca Camargo alegou que os autores do processo recorreram a Lei da Imprensa, mas esta lei já teria sido revogada e por isto o processo não poderia existir, só que mais uma vez a juíza discordou, alegando que de acordo com o que consta nos autos e que todos sabem através dos meios de comunicação, o apresentador global foi o autor do texto difamando Cristiano Araújo.

Publicidade

Em junho de 2015, Zeca Camargo publicou uma crônica dizendo que Cristiano Araújo era a prova de que a atual música brasileira está repleta de "revelações de uma música só". A declaração causou grande revolta dos familiares, amigos e fãs do cantor falecido. #Justiça #Casos de polícia