O clima vai esquentar nos próximos capítulos de Liberdade, Liberdade. Os atores Caio Blat e Ricardo Pereira já gravaram as cenas da primeira relação sexual entre dois homens da TV brasileira.  Serão cenas quentes, cheias de amor e cumplicidade entre os personagens André e Tolentino, que vão finalmente se render a paixão que sentem em uma época,  início do século XIX, em que esse tipo de relação era considerada sodomia, um escândalo que levava a morte. Após sofrer humilhações de Rubião, que vai repreendê-lo depois que Ascensão fugir da prisão, o coronel Tolentino será consolado por André e finalmente os dois vão se beijar e transar.  

A sequência de cenas foi conduzida pelo diretor da trama, Vinícius Coimbra.

Publicidade
Publicidade

e emocionou todos que estavam no estúdio. “Será uma cena épica, sem apelação, pelo contrário, cheia de amor e sutileza”, afirmou. “Para mim, é um grande desafio e ao mesmo tempo um grande prazer mostrar uma história assim, é uma forma de quebrar tabus em uma sociedade ainda tão preconceituosa quanto a nossa, um tema contemporâneo retratado em um contexto histórico”, finalizou o diretor.  

O elenco da trama também se mostrou entusiasmado com as cenas e não esconderam a ansiedade de, enfim, assistir  esse momento único. Os atores Bruno Ferrari, Mateus Solano e Letícia Isnard disseram que será um marco para a história da telenovela brasileira e ficaram atentos a toda a movimentação nos estúdios de Liberdade, Liberdade.

Porém, muitas emoções ainda estão por vir para o casal homossexual mais querido da trama.

Publicidade

Mario Teixeira, autor de #Liberdade Liberdade, adianta que cenas surpreendentes vão movimentar a história de André e Tolentino, como, por exemplo, a prisão imediata de André após ser flagrado por Gironda (Hanna Romanazzi) beijando o fidalgo.

Será que o casal poderá viver intensamente esse amor e se livrar das acusações e

Ameaças que a lei impunha na época? Será que eles sobreviverão aos percalços que esse amor pode causar? Não perca os próximos capítulos dessa história que ainda vai dar o que falar.