Eliakim Araújo morreu nos Estados Unidos neste domingo (17), onde estava internado para tratamento de um câncer no pâncreas. O jornalista precisou ficar no hospital de Fort Lauderdale porque estava há pouco mais de um mês lutando contra a doença e, apesar de ter dado início ao tratamento de quimioterapia, não resistiu.

O jornalista, natural da cidade de Guaxupé, em Minas Gerais, começou sua carreira aos 20 anos, mas nesta época ainda estudava direito. Conseguiu uma oportunidade na "Rádio Jornal do Brasil", onde ficou por quase 20 anos, indo em seguida para a Rede Globo. Na emissora ele apresentava o "Jornal da Globo" ao lado da esposa, Leila Cordeiro, também jornalista.

Publicidade
Publicidade

Este foi o primeiro casal de apresentadores da TV brasileira e fizeram um enorme sucesso na época.

Eliakim chegou a apresentar outros programas na TV, como o "Globo Repórter" e até desfile de escola de samba. Porém um dos principais momentos de toda sua carreira foi quando fez a cobertura da eleição de Tancredo Neves, que entrou para a história do Brasil.

Em 1989 Eliakim Araújo foi para a "Rede Manchete", que estava fazendo um grande sucesso e levou sua esposa. O casal assumiu a bancada do jornal da emissora e seu sucesso era cada vez maior. O jornalista também foi responsável pela apresentação dos debates presidenciais na Manchete entre Fernando Collor e Lula, quando acontecia a primeira eleição direta para presidente da república.

Somente no ano de 1997 ele resolveu se mudar para os Estados Unidos, mais uma vez levando sua esposa para juntos atuarem no CBS Telenotícias.

Publicidade

Eles então resolveram continuar morando por lá, mesmo depois que o contrato com o canal chegou ao fim. Atualmente ele estava trabalhando no jornalismo online e sua morte deixou os brasileiros tristes, porque mesmo distante da TV aqui no país, milhares e milhares de pessoas cresceram acompanhando seu trabalho.

A família informou que o desejo de Eliakim é que seu corpo seja cremado e que as cinzas sejam jogadas no mar, porém não se sabe ainda se isto acontecerá lá nos Estados Unidos ou aqui no Brasil. #Famosos #Televisão