Faleceu na última quinta-feira, 28, o cantor Adilson Lopes, conhecido pelo público evangélico pelas incríveis interpretações das músicas gospel como "Paz no Vale" e Grandioso És Tu.

Adilson, faleceu na cidade portuguesa de Loures, onde vivia a mais de dez anos com a família. Ele estava internado no Hospital Beatriz Ângelo, devido a uma doença degenerativa até então desconhecida pela medicina.

História musical do cantor Adilson Lopes

O timbre de voz de Adilson Lopes, era uma de suas marcas registradas, pois era muito semelhante ao do cantor americano Elvis Presley, sendo esse um dos motivos pelo qual ele chamou a atenção no cenário evangélico no final da década de 70, onde em suas interpretações mostrava sua influência com o rock, mesmo diante da resistência de alguns segmentos evangélicos da época.

Publicidade
Publicidade

Nos anos 80, Adilson Lopes, lançou alguns discos de vinil (LPs), com ritmos de rock in roll, como o Paz no Vale, lançado em 1982, Lindo Lugar, no ano de 1986 e O Sangue de Jesus me libertou em 1987.

Além da semelhança com a voz de Elvis Presley, Adilson era dono de uma bela voz de tenor, que muitas vezes mudava de timbre na #Música e usava incríveis extensão em seus falsetes.

Em 1983, uma das maiores gravadoras da indústria fonográfica do mundo a PolyGram, se interessou por Adilson Lopes e o contratou, onde lançou no mesmo ano o álbum Herança, onde ele se tornou um dos primeiros evangélicos a lançar em uma gravadora multinacional.

Desde cedo Adilson esteve envolvido com o mundo da música, pois na infância fez parte da banda mirim da prefeitura de Bragança Paulista, SP, estudou música por doze anos e participou de dezessete bandas musicais.

Publicidade

Durante sua carreira ele lançou quatorze Lps, e com sua esposa Leninha gravou cinco duetos.

Pela extinta Gravadora Califórnia, Adilson Lopes emplacou diversos sucessos musicais que os jovens adoravam como Meu Deus é Bom Pra Mim, Êxodo, Paz no Vale, Creio em Ti e muitos outros. E se apresentou em mais de doze países.

Luta contra a doença e a gratidão a Deus

No ano passado Adilson Lopes durante vários meses fez tratamentos contra doença em que padecia, durante este tempo ele não pode cantar pois ficou praticamente mudo e desenganado pela medicina. No entanto no início deste ano ele publicou um vídeo em seu perfil no Facebook, onde estava cantando com seu filho na #Igreja depois deste período de ausência, onde agradeceu a Deus pela vida e conseguiu cantar novamente com seu filho na primeira Santa Ceia do ano. (vídeo abaixo).

Adilson deixa sua esposa Helena Ribas Lopes, seu filho Raphael Lopes e a igreja Templo dos Anjos que ele era pastor em Portugal.

Que Deus venha confortar a família, deste grande homem de Deus, que ficou para a história da música evangélica e gospel brasileira. Para muitos Adilson Lopes é uma lenda da música gospel, e para eles Adilson não morreu, mais está na glória com o Deus que ele tanto amou e serviu de coração!

#Religião