Já há alguns dias, uma polêmica tem tomado a internet e transformado várias pessoas normais em detetives em potencial. O episódio envolve uma youtuber britânica chamada Mariana Joyce, de 19 anos, que tem cerca de 600 mil seguidores no YouTube,.Ela posta vídeos sobre moda e maquiagem. Vários fãs da garota, após a última sexta-feira (22), notaram que o comportamento dela em seus vídeos se tornou estranho.

Mariana começou a aparecer com diversos hematomas ao longo do corpo e a gravar vídeos com expressões de pavor. Além disso, a youtuber nunca está olhando diretamente para a câmera, mas sim para quem está atrás dela gravando.

Publicidade
Publicidade

Várias teorias foram levantadas, até a de que ela teria sido sequestrada pelo Estado Islâmico.

O que a mídia e seus seguidores nas redes sociais acreditam que esteja realmente acontecendo, e o que foi o principal motivador para que a hashtag ##savemarianajoyce tenha sido levantada ficando nos trends por alguns dias, é que Mariana esteja sendo mantida em cativeiro pelo namorado, que, supostamente, sustenta com ela um relacionamento abusivo.

Outro detalhe que causa comoção no caso é o fato de, em alguns vídeos, a moça sussurrar “help me”, ou seja, “ajude-me”.  Ainda existe outro vídeo em que ela repete a expressão ao tossir. Fora isso, várias pessoas que a acompanham pediram para que ela colocasse determinados emojis ou fizesse determinados sinais se estivesse em perigo, e ela os fez. Na sua conta do Twitter e do Instagram, pessoas afirmam terem visto mensagens em que ela diz não estar bem e pedir ajuda, que foram apagadas logo em seguida.

Publicidade

Mariana Joyce ainda teria marcado um encontro com seus seguidores no Twitter às 6:30 da amanhã num lugar perigoso de Londres e não compareceu. Há quem acredite que isso é uma manobra de autopromoção da jovem internauta. As pessoas que sustentam essa versão tomam por base as declarações de amigos de Mariana, que dizem que ela tem problemas com abuso de drogas. A mãe da menina também desmentiu todas as versões do caso para a mídia londrina, dizendo que ela está bem. A própria Scotland Yard, polícia de Londres, a visitou e afirmou que a moça está fora de perigo.

Algumas pessoas ainda não acreditam totalmente no que aconteceu, ou está acontecendo, visto que nada foi realmente resolvido. #Bizarros