Em recente #entrevista concedida ao podcast do site The Hollywood Reporter, a atriz Sophie Turner conversou com Scott Feinberg a respeito de seu papel como Sansa Stark e da atual experiência em "X-Men: Apocalipse" como Jean Grey. 

Sophie conseguiu ser a intérprete de Sansa, após os testes para Game of Thrones se iniciarem em várias escolas de teatro do Reino Unido, e seu professor de artes cênicas enviar sua inscrição. A jovem contou que escondeu os testes de sua família até que ela entrou para a lista das sete finalistas. 

A atriz foi enfática a respeito da incerteza que é gravar GoT. Os atores não sabiam o que aconteceria após o episódio piloto, com quem iriam contracenar por muito tempo, quem iria morrer, ou quem se distanciaria por muitos anos mas continuaria vivo.

Publicidade
Publicidade

E o piloto "teste", apresentou diversas falhas e problemas, provavelmente por isso ele nunca foi exibido como 'extras' ou curiosidades da saga.

"Desde o dia inicial, eu enxerguei a personagem como uma garota forte e inteligente," afirmou ao THR. "Ela era cega por este conto de fadas da nobreza de King's Landing e ser rainha. Ela tinha 13 anos de idade, que menina não seria? E eu segui acreditando que em algum ponto da trama ela usaria tudo que passou e absorveu em seu favor. Acredito que isso começou na sexta temporada, foi onde ela mostrou às pessoas o que ela poderia fazer."

Sem poupar elogios a Miguel Sapochnik, o diretor responsável por finalizar a sexta temporada - os dois últimos episódios - Sophie Turner confessou que ficou feliz que a primeira morte pela qual foi responsável, tenha sido a de Ramsay Bolton. 

Uma das dificuldades de crescer dentro de Game of Thrones, foi exatamente se desenvolver fisicamente diante das câmeras, segundo Turner, "Crescer aos olhos do público pode ser intimidador, passando pela puberdade e de repente, não tenho tempo hábil para comparecer às aulas de ballet e academia - e eu adoro comer massa! A falta de confiança no próprio corpo pode realmente te puxar para baixo, ainda mais com milhões de comentários a respeito.

Publicidade

Então fui para X-Men e foi como uma bênção pois disseram 'Nós teremos um preparador físico'. Mudou minha dieta e mentalidade. Tudo. Literalmente me tirou da má rotina em que estive", finalizou.

Fato curioso: No flat onde a atriz mora, a rede britânica pela qual é transmitida GoT, Sky, não está disponível para a região. Então ela tenta assistir aos episódios da maneira que pode. Imagina Sansa Stark invadindo a casa de um fã para assistir #Game of Thrones#Seriados