O telespectador que é acostumado a ouvir que toda #Princesa tem o seu príncipe, e era assim desde há muito tempo com as  #Disney, já pode esquecer esse ‘detalhe’. A nova princesa, Moana, que é a protagonista de uma nova #Animação não tem nada parecido com aqueles personagens femininos estereotipados.

Acabou a era das princesas apaixonadas e que viviam à espera do príncipe encantado chegar em um cavalo branco para salvá-las de algum mal; ela agora luta sozinha e vai em busca de salvar o mundo junto dos amigos.

A nova história da princesa da Disney terá o foco somente na aventura em que Moana irá viver e em seu heroísmo. Ela tem 16 anos e buscará salvar o mundo do perigo do mal, ao contrário das antigas princesas que eram salvas pelo príncipe.

Publicidade
Publicidade

A revelação foi feita durante o evento da Comic-Com 2016. Nele, os diretores da animação, John Musker e Ron Clements, afirmaram que o enredo dessa nova história da princesa da Disney será voltado tão somente para o seu próprio heroísmo em grandes aventuras, mas não haverá, portanto, nenhum interesse amoroso dessa vez.

A história se passa na região da Polinésia, localizada exatamente no Sul do Oceano Pacífico. Nela, Moana encontra um gigante amigo chamado Maui. Ele é um guerreiro semideus que estará do lado dela sempre quando ela precisar de ajuda para vencer algum obstáculo. De acordo com informações dadas pela página do jornal Los Angeles Times, as músicas que estarão presentes na animação serão feitas pelo criador e estrela do musical da Broadway, Mr. Hamilton.

Já para os telespectadores e fãs de cinema no Brasil, a animação de Moana contará com a voz de uma novata nesse ramo, Auli’i Cravalho, que tem a mesma idade da protagonista (16 anos).

Publicidade

Segundo a jovem dubladora, Moana é um personagem muito interessante de se fazer, pois, segundo ela, é uma garota "corajosa, empoderada, que sabe o que quer e não tem medo de realizar seus objetivos".

Acompanhe logo abaixo o trailer da animação que tem previsão de exibição no Brasil a partir de janeiro de 2017.