Se depender da vontade de Carlos Eduardo, Afrânio pode ter uma nova vítima em #Velho Chico. O puxa-saco do coronel chega a assustar o Saruê ao sugerir que o inimigo precisa ser eliminado antes que consiga mais pessoas para o seu lado. Confira quem é o alvo divulgado pelo site Notícias da TV!

Tudo começa em uma sessão na Câmara de Vereadores de Grotas. A reunião é transmitida pela rádio local e o coronel se irrita ao ouvir Bento lutar por um projeto de saneamento. Algum tempo depois, Afrânio anda pela cidade com Carlos e faz uma doação para a igreja; só que o vereador estará chegando ao local no mesmo momento.

O namorado de Beatriz diz ao padre Benício que volta mais tarde, mas o Saruê não perde a chance de provocar ao responder que a igreja acolhe a qualquer um, então o vereador pode ficar.

Publicidade
Publicidade

Como Bento não aceita desaforo, os dois começam a discutir e Afrânio acusa o político de ter inveja de quem é abençoado por Deus e deu certo na vida.

Bento responde que a riqueza do Saruê não caiu do céu, mas sim de de terra grilada, com direito a posseiro expulso a tiro e índio tocado por facão após escritura comprada em cartório. O coronel fica irritado e pede provas, mas Carlos o contém antes que a briga chame a atenção de mais pessoas pela rua. Padre Benício também pede calma, mas o irmão de Santo continua provocando ao dizer que os tempos mudaram, então a democracia varrerá o Saruê do mundo.

Sem paciência, Afrânio afirma que o vereador está chamando desgraça faz tempo por falar demais. Bento retruca que está apenas pedindo justiça. "Esse povo ainda vai lhe cobrar o rio envenenado, o esgoto a céu aberto, os filhos doentes", grita o filho de Piedade.

Publicidade

Então Carlos leva o coronel embora enquanto Padre Benício puxa o político para dentro da igreja.

Antes que a multidão se dissipe, Carlos puxa aplausos para o sogro, dizendo que o vereador não passa de um desordeiro. É com essa deixa que o deputado sugere que Afrânio mande matar Bento. "Está na hora de dar um fim nesse sujeito! Não espere mais, coronel!", inicia o marido de Tereza. Ele argumenta que é preciso derrubar o vereador antes que ele se erga de vez. Com isso, o puxa-saco ganha alguns pontos com o sogro. #Novelas #Conectados