O primeiro interprete do palhaço 'Bozo' apresentado pelo #SBT, o ator Wanderley Tribeck, de 65 anos, acredita que ao deixar a emissora ele matou o palhaço e por isso precisa pedir perdão ao #Silvio Santos.

Hoje o ator afirma que encontrou Jesus, se tornou pastor e não deseja mais a fama. Entenda.

Segundo o portal de notícias da TV Uol, o ator que deu vida ao primeiro palhaço Bozo do SBT, acredita que deve perdão a Silvio Santos. Segundo Wanderley Tribeck, sua saída do SBT, "matou" o palhaço.

Primeiro interprete de Bozo, afirma que matou o palhaço ao abandonar o SBT

Wanderley Tribeck, interpretou o palhaço Bozo entre os anos de 1981 e 1983.

Publicidade
Publicidade

Bozo se tornou o personagem de maior sucesso do SBT, porém o ator decidiu deixar a emissora. Já se passaram 30 longos anos e Wanderley agora se dedica a pregar o evangelho como pastor em todo Rio Grande do Sul. 

Entretanto o pastor se diz arrependido por ter abandonado sua carreira no SBT que nesta sexta-feira (19), completa 35 anos no ar. 

O primeiro Bozo, acredita que depois que deixou de dar vida ao palhaço, o personagem "morreu". Segundo Wanderley, ninguém mais conseguiu interpretar o palhaço com tanta alegria e carisma. Ele afirmou que ainda quer encontrar Silvio Santos e pedir perdão ao ex-patrão, pois sabe que o empresário investiu muito no programa.

O ator disse que Luís Ricardo assumiu o papel do palhaço, se esforçou bastante, mas também abandonou o programa. Depois vieram, outros, mas que ninguém deu continuidade ao sucesso do personagem.

Publicidade

Ele relembra com saudosismo que foi escolhido pelos criadores americanos do palhaço Bozo para interpreta-lo no Brasil. E que precisou fazer um treinamento específico para viver o personagem. Mas que depois por descordar do rumo que o programa estava tomando, se colocou contra Silvio Santos e pediu para sair. Foi então que o Bozo acabou, afirma Wanderley.

Derrocada e religião

Depois de passar por outras emissoras sem nunca obter o mesmo sucesso, o ator viveu sua derrocada na década de 90. Ele relata que se entregou a bebida e que por isso perdeu sua esposa e viu seus filhos se afastarem.

Depois de perder tudo o que tinha conquistado e de ficar na "sarjeta", ele encontrou a saída em uma igreja evangélica, e se converteu no ano 2000.

Recuperou a confiança da família e faz pregações em mais de 30 igrejas onde dá seu relato de vida, fala do sucesso, do vício e da nova vida.

O desejo de conseguir o perdão de Silvio Santos, por ter "matado o palhaço Bozo", veio com o amadurecimento e depois de repensar na sua trajetória de vida, diz o ex-palhaço. #Religião