O ator Bruno Gagliasso está novamente no furacão das polêmicas após adotar uma criança na África. De acordo com informações do site da Revista Veja em reportagem publicada nesta quarta-feira, 03, o profissional de dramaturgia da Rede Globo de Televisão é a estrela da campanha da Nextel, uma das maiores operadoras de telefonia do país. A empresa tem feito comerciais que colocam celebridades falando justamente sobre "questões" de suas vidas. Um dos comerciais mais famosos mostra o irmão de Sandy, Júnior, falando sobre a sombra da dupla com ela e da fama de ser homossexual. 

Outra celebridade que deu às caras na campanha para a operadora foi a atriz Daniela Cirarelli, que lembrou do casamento-relâmpago com o ex-jogador de futebol da seleção brasileira masculina de futebol, Ronaldo fenômeno.

Publicidade
Publicidade

No caso do ator, ele falará justamente sobre o que o motivou a adotar uma criança africana. Muitos internautas ficaram confusos e criticaram o ator e sua esposa, Giovanna Ewbank, que poderiam ter feito a adoção aqui no Brasil. Segundo a Veja, Bruno Gagliasso receberá por falar sobre a adoção da filha. Cachês de campanha como essa chegam a render cachês de até R$ 100 mil. 

“Adotou porque está na moda”, “Pai tem que ser sangue do mesmo sangue” e “Com tanta criança precisando no Brasil, porque adotou uma lá na África?” - essa é uma parte do texto que é declamado pelo ator no comercial da Nextel. O vídeo foi gravado nesta terça-feira, 02, na maior cidade do país, São Paulo. Após ele mesmo fazer os questionamentos, Bruno responde e diz que rótulos não podem definir o que é ser pai, mas que essa definição só pode ser dada pelo amor. 

Campanha

Em seguida, ele diz que está nas mãos do público fazer um 'Dia dos Pais' sem rótulos.

Publicidade

O texto deixa claramente sugerido que a campanha vai ao ar para a comemoração do 'Dia dos Pais', comemorado no segundo domingo de agosto. A adoção da criança ocorreu há cerca de um mês. Os famosos seguem agora uma linha de outros, como dos atores Brad Pitt e Angelina Jolie. 

  #Rio2016