O cantor Chris Brown acabou se dando mal em sua passagem pela cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos. De acordo com um site local, ele foi preso na madrugada desta quarta-feira, 31, acusado pela polícia americana de ameaçar uma linda modelo com uma arma de fogo. Ele foi levado para uma casa de detenção após a abordagem. A informação teve imediata repercussão internacional. Os fãs de Rihanna pareciam os mais afoitos com a informação, que aumenta o currículo criminal de Chris. 

O primeiro veículo de comunicação a anunciar a prisão do cantor foi a rede americana NBC, considerada a maior do planeta. De acordo com o canal, a prisão do cantor foi o ponto alto de uma operação investigativa que durou horas e envolveu dezenas de policiais americanos.

Publicidade
Publicidade

Eles tiveram que cercar a casa onde Brown mora e houve negociação para que ele se entregasse. O procedimento adotado com o músico é o mesmo que ocorre com cidadão comuns. A qualquer passo "errado", o cantor poderia até mesmo ter sido alvejado por balas. No entanto, como se tratava de uma personalidade mundialmente conhecida, é claro, o cuidado foi redobrado. 

Quem chamou a Polícia até o local foi um número anônimo. Em seguida, a mulher identificou que o rapper estaria tentando matá-la. Ao setor de emergência americano, ela informou que o homem estava com uma arma de fogo e disse quem a perseguia. Mesmo com a história sendo incomum, as autoridades a levaram a sério e descobriram que, aparentemente, tudo é verdade. 

Ao chegarem ao local, os policiais identificaram que o profissional da música não estava sozinho.

Publicidade

Por isso, todo o cuidado para que ele se entregasse. Isso porque o procedimento padrão indica que nesses casos há a possibilidade de existir uma quadrilha fortemente armada no local, o que felizmente nesse caso não ocorreu. 

Antes de ser preso, Brown transmitiu boa parte da confusão na internet. Ele publicou vídeos dizendo que as acusações contra ele eram falsas e criticou os policiais, que só estavam ali a trabalhar. Brown tem já um historico de violência doméstica. Em 2009 deu-se como culpado de agredir a namorada de então, a também cantora Rhianna. #Crime