Na tarde desta quarta-feira, 24, a atriz Cleo Pires passou minutos no snapchat se defendendo contra a crítica de milhares de brasileiros por estrelar a campanha 'Somos Todos Paralímpicos'. Proposta pela '#Vogue Brasil', a ação publicitária foi idealizada pela famosa agência África e mostra Cleo com o braço amputado. Além dela, também participa da peça o ator Paulinho Vilhena, que tem a perna substituída por uma prótese na foto divulgada pela marca especializada em moda.

A Vogue diz que a campanha é para dar visibilidade aos deficientes, mas os atores e a publicação foram muito criticados. O público, no geral, argumentou que os atletas paralímpicos, que seriam os homenageados, deveriam ter sido chamados no lugar de Cleo e Paulinho para as fotos.

Publicidade
Publicidade

Além disso, "photoshopar" uma questão tão séria, como a perda de um membro, deixou muita gente chocada. 

No Instagram, Cleo escreveu a seguinte mensagem: "Pra quem REALMENTE tiver interesse em ENTENDER e não ficar destilando veneno de inveja e recalque vai lá no snap". A legenda está associada a um vídeo que em pouco mais de uma hora teve mais de 60 mil visualizações. Nele, a profissional da dramaturgia parece irritada com as críticas e diz que só quis dar visibilidade ao assunto.

Até mesmo na página de fãs, Cleo é criticada. Veja alguns dos comentários abaixo:

"querer protagonizar um movimento do qual não faz parte?! Close errado!"

"Ela tá curtindo um resort maravilhoso e os incomodados aí perdendo tempo com mimimi"

"Bom, podiam ter chamado os atletas paralímpicos para posar para Vogue e isso já geraria visibilidade por si."

"Apesar da boa intenção, não deixa de ser uma campanha de mal gosto."

"desculpa nóis então, a gente é muito burro e não entendeu nada.

Publicidade

Perdão! Desculpa mesmo, viu? Deixa como tá, agora que entendemos tá tudo bem!".

"Que inveja e recalque, filha. A campanha foi falha. Aceita isso. Mesmo que tenha sido com boas intenções, foi de péssimo gosto."

" A campanha foi totalmente de mal gosto de verdade. E se queriam visibilidade, que chamassem os atletas paralímpicos para fazer a campanha e não colocar dois atores com uma falsa "deficiência" feita pelo photoshop. Tudo muito errado, de verdade.".  #Cléo Pires