Este fim de semana começou um pouco mais triste. O ator britânico, #Kenny Baker, famoso por ter sido o homem por trás da lata, interpretando o robô mais carismático do mundo, #R2-D2 da saga "#Star Wars", de George Lucas, faleceu aos 81 anos de idade, nesta manhã de sábado (13/08).

Segundo o jornal 'The Guardian', Baker estava doente há um bom tempo, se locomovendo em uma cadeira de rodas e com problemas pulmonares.

Baker, que tinha apenas 1,12 m de altura devido ao nanismo, ficava dentro da armadura do pequeno "droid" branco e azul. Interpretou R2-D2 pela primeira vez em 1976, em 'Star Wars IV: Uma Nova Esperança' e atuou em todos os filmes das duas primeiras trilogias.

Publicidade
Publicidade

A Disney comprou a Lucasfilm e deu continuação a saga, mesmo sem ter interpretado o personagem no novo 'Star Wars VII: O Despertar da Força', o interprete esteve na estreia europeia do filme. Outras aparições do ator em produções cinematográficas, foi em 'Flash Gordon' e 'O Homem Elefante'.

"Ele teve uma vida repleta de realizações e longa. Proporcionou muitas alegrias às pessoas e vamos celebrar o fato de que o mundo todo foi capaz de amá-lo. Estamos extremamente orgulhosos de tudo que ele conquistou ao longo destes 81 anos", declarou Abigail Shield, sobrinha de Kenny Baker, ao The Guardian.

"Quando meu tio era criança, disseram que ele não chegaria vivo à adolescência, era complicado ser anão antigamente, a expectativa de vida era muito baixa", contou Abigail. "Ele foi um vencedor na vida.

Publicidade

Acabou adoecendo bastante nesses últimos anos e um de seus sobrinhos estava cuidando dele, o mesmo que encontrou seu corpo sem vida, neste sábado" esclareceu.

"Ele desenvolveu problemas pulmonares e estava constantemente em uma cadeira de rodas. Ele chegou a pedir que os médicos o liberassem para ir a Los Angeles para a premiere do primeiro derivado de Star Wars (Rogue One), mas infelizmente sua condição de saúde não lhe permitiu viajar. Por sorte, ele encontrou George Lucas, quando ele esteve em Manchester", concluiu emotiva. 

Infelizmente o universo dos cinemas perdeu mais um grande artista.