Nesta quinta-feira, 11, a apresentadora Fátima Bernardes, surpreendeu os telespectadores ao vivo durante o 'Encontro', da TV Globo, ao detonar o fato da mídia internacional estar criticando o jeito dos brasileiros torcerem. As críticas começaram durante os jogos olímpicos do Rio de Janeiro. Os gringos relatam que a torcida brasileira atrapalha a concentração quando grita demais ou então é desrespeitosa quando começa a vaiar os adversários. A esposa do apresentador William Bonner, do 'Jornal Nacional', lembrou que um estádio não era uma igreja e que a Olimpíada não era uma cerimônia religiosa. 

A apresentadora então pediu respeito aos turistas pela cultura local.

Publicidade
Publicidade

Ela disse que fez diversas viagens por todo o mundo e que cada povo tem uma forma peculiar de apreciar o esporte. Ela lembrou então que cobriu a copa do mundo e que no Japão as pessoas quase não fazem barulho, pouco se levantam durante as competições e no final delas recolhem o lixo. No entanto, o mesmo não é equivalente na Europa, por exemplo, local onde os torcedores são até mais efusivos que os brasileiros e que é conhecido pelas brigas de torcida. 

"A gente está recebendo pessoas do mundo todo --são 206 países--, e temos uma forma muito peculiar de torcer", começou a dizer a comandante do 'Encontro', que nas Olimpíadas acabou roubando o lugar da colega Ana Maria Braga nas manhãs da emissora carioca. "Não tem como. [Competição] não é uma cerimônia religiosa", definiu a esposa do âncora do principal telejornal do canal.

Publicidade

A fala dura de Fátima foi muito elogiada nas redes sociais. 

O Brasil antes mesmo de começar a Olimpíada já estava sendo criticado pela mídia internacional por conta dos jogos. A sujeira da Baía de Guanabara, a violência da cidade e o vírus da Zika foram as principais reclamações dos estrangeiros. No entanto, apesar dos problemas pontuais, como temos visto, os jogos estão a ocorrer. Em outras competições, como na Grécia, por exemplo, obras eram vistas até mesmo depois do fim dos jogos, ou seja, até que estamos organizados.  #Fátima Bernardes #Rede Globo