Galvão Bueno pode estar muito perto de se aposentar, pelo menos do seu lugar de principal narrador na #Rede Globo. Tal como informa o colunista Flávio Ricco, do portal de notícias “UOL”, o lendário jornalista tem demonstrado, principalmente nos últimos dias, um enorme desgaste ao vivo na narração de vários jogos importantes durante as #Olimpíadas do Rio. Com contrato até 2019, muitos brasileiros, que nas redes sociais também comentaram a enorme dificuldade demonstrada por Galvão Bueno ao vivo, garantem que ele pode ter mesmo que dar lugar a alguém mais novo, sendo o nome de Cléber Machado o mais provável.

Com partidas e momentos históricos acontecendo diariamente nas Olimpíadas, o conhecido narrador Galvão Bueno não esconde algumas falhas graves na sua voz, sendo que Flávio Ricco questiona mesmo se o jornalista de 66 anos vai mesmo conseguir narrar os principais eventos da competição até domingo, pelo menos com o ritmo que tem feito até hoje.

Publicidade
Publicidade

Com uma enorme equipe de profissionais qualificados, a Rede Globo continua dando toda a prioridade para as lendárias e carismáticas narrações do seu mítico narrador, mas, até quando isso vai acontecer? Como garante o colunista no site “UOL”, a direção da Globo sabe que há muita gente que pode substituir Bueno, contudo, por alguma razão, o experiente jornalista tem feito todas as principais narrações dos jogos, além de ainda apresentar o “Jornal Nacional”.

Por isso mesmo, e por alguma razão não confiando em seus outros narradores, a Globo está vivendo um momento de pânico, sabendo, melhor do que ninguém, dos constantes sinais e falhas que Galvão Bueno tem cometido por causa do desgaste da sua voz. Nas redes sociais, muitos brasileiros, principalmente aqueles que assistem diariamente às Olimpíadas através da Globo, já repararam nesses sinais, que são cada vez mais evidentes e preocupantes para todo o mundo que aprecia o trabalho de Galvão Bueno.

Publicidade

Apesar das dificuldades sentidas, o jornalista e a emissora podem mesmo prolongar seu contrato até 2022, não se sabendo ao certo se a voz de Bueno vai ser cada vez mais poupada para os últimos anos antes da sua aposentadoria.