A HBO oficializou o que antes era apenas uma possibilidade para os showrunners David Benioff e Dan B. Weiss, 'Game of Thrones' será encerrada na oitava temporada da série. O diretor de programação do canal chegou a afirmar que a dupla que resolveu adaptar as obras de George R.R. Martin está irredutível, pois não querem transformar GoT em um seriado arrastado e chato. Programada para se despedir do público em 2018, já tem ator sofrendo antecipadamente - sem contar os fãs!

O intérprete de Bran Stark foi entrevistado pouco após o anúncio da HBO, e Isaac Hempstead Wright afirmou que sofrerá 'crises existenciais': "Eu honestamente não quero que a série acabe", afirmou Isaac em conversa com o IGN Português.

Publicidade
Publicidade

"Nós somos uma família. Para muito de nós, os vivos, tem sido sete anos neste trabalho. Cada ano funciona como um relógio, se tornou uma parte rotineira de nossa existência. Então acredito que quando tudo for finalizado, a maioria da equipe passará por uma crise existencial", completou.

O site aproveitou a oportunidade para questionar o ator com relação ao adiamento da sétima temporada, que nos últimos seis anos começou entre o fim de março e meados de abril, porém em 2017, o lançamento ocorrerá durante o verão americano, algo entre 21 de junho e 21 de setembro.

"É esquisito, começar tão tarde, pois geralmente nesse período estaríamos rodando filmagens em Belfast por semanas e quase prontos para retornar para casa. Mas o torna aterrorizante para nós é a ideia de gravar em pleno inverno. Estará ainda mais gelado que de costume" conclui Isaac.

Publicidade

O processo de filmagens para a sétima temporada de #Game of Thrones deverá começar entre janeiro e fevereiro de 2017 na Islândia. Vale citar que quando a HBO confirmou o fim da série, não descartou continuar trabalhando em Westeros com derivados das obras '#As Crônicas de Gelo e Fogo', afinal, o universo criado por George R.R. Martin é extremamente denso e complexo, histórias não faltariam, e o próprio autor se mostrou bastante aberto a permitir que o canal continue produzindo e adaptando seus livros para a televisão. #Seriados