Nesta quinta-feira, 04, a Rede Globo de Televisão exibiu o último capítulo de 'Liberdade, Liberdade', novela das onze de época. O Brasil parou para ver os desfechos de personagens como Joaquina/Rosa, interpretada por Andrea Horta. O folhetim foi acompanhado minuto pelas redes sociais. O enrede se despediu batendo recordes de audiência em todo o país. De acordo com o próprio canal, nunca uma novela deste horário havia tido audiência tão boa desde 2012. 

Final eletrizante

O capítulo final começou com Virgínia (Lília Cabral) surpreendendo o próprio filho, o intendente Rubião (Mateus Solano), que a essa altura está com Joaquina presa em seus braços.

Publicidade
Publicidade

Virgínia manda o filho matá-la. Ele não consegue e acaba sendo atingido por uma flechada, mas não morre. O tempo é suficiente para a filha de Tiradentes fugir. 

Casal Gay

Tolentino (Ricardo Pereira) vê o amor morto. Ele pede perdão por não ter tido coragem de salvar a vida de André (Caio Blat). O Coronel foi responsável por puxar a alavanca que matou o irmão da protagonista de 'Liberdade, Liberdade'. O corpo do falecido foi levado para o cabaré, onde ele foi velado. "Você é um bravo e eu um covarde", diz Tolentino já no cabaré, que é surpreendido por Xavier (Bruno Ferrari), que o espanca.

Em seguida, Xavier consegue levar o corpo do irmão da sua amada até ela, onde em um clima de muita emoção ele é enterrado ao lado do pai. 

O arrependimento tardio de Tolentino gerou memes na internet:

Morte de Rubião e prisão de Joaquina

Rubião aparece olhando as coisas da amada.

Publicidade

Ele chora por não ter mais Joaquina por perto. Já ela está com Xavier, que a conforta da dor da perda do irmão pouco tempo depois da morte do pai. Eles tentam negociar a cabeça de Tolentino com o intendente, mas ele não cede. Revoltado, o Coronel decide contar tudo e diz para Rosa que Rubião é o responsável pela morte do pai dela, Tiradentes, e também pelo assassinato de sua mãe. 

Anita (Joana Solnado) confessa seu amor pelo patrão, mas ele não dá bola e a empurra. Tolentino consegue se soltar dos rebeldes. 

Joaquina entra com duas garruchas parecendo disposta a matar o marido que tanto mal a provocou. No entanto, Rubião já havia sido morto com um faca por Anita, que ele acabara de desprezar. A protagonista é presa pelos militares, mas salva por Xavier. Tolentino tenta atirar no amor da mocinha de 'Liberdade, Liberdade', mas ela o mata e vinga a morte do irmão. 

Depois de assassinar Rubião, Anita fica louca e decide cear com o corpo dele já falecido.

Publicidade

Virgínia aparece e quase desmaia ao ver o filho morto. 

Forca

Joaquina é levada à forca. Os soldados então pedem para que ela se arrependa. A personagem, no entanto, grita por liberdade. É nesse momento que ela é salva pelo companheiro. Os dois saem de caravela do Brasil e a novela acaba falando de liberdade. 

#Novelas #Rede Globo #Liberdade Liberdade