O final da sexta temporada de 'Game of Thrones' mostrou a personagem Cersei Lannister aplicar um verdadeiro golpe de mestre e em apenas uma manobra, se livrou de todos seus inimigos iminentes e ainda por cima chegou ao seu tão aguardado objetivo: ser a rainha do Trono de Ferro. O mais incrível parecia completamente impossível, ao analisar o contexto em que a personagem se encontrava: sendo perseguida pela fé militante, e com seu único filho vivo abolindo a prática de julgamento por combate. 

Este caminho duramente percorrido pela personagem, rendeu a Lena Headey a indicação de melhor atriz coadjuvante para o Emmy Awards 2016, em uma série dramática.

Publicidade
Publicidade

Em entrevista ao The Wrap, a atriz expôs que nunca imaginou que Cersei chegaria a tal ponto, no entanto, não é nenhuma surpresa que tenha conseguido. Só serviu para mostrar que em terras de Westeros, tudo pode acontecer. 

"Quando Cersei estava imersa em várias derrotas, eu não fazia ideia do que viria para o futuro. Dizer que alcançar o Trono foi uma surpresa agradável seria eufemismo. David e Dan [os produtores e showrunners de GOT] nunca decepcionaram em roteirizar algo inesperado. Eu não fico nada confortável, fico imaginando para onde a personagem pode ir. Mas acredito que não acabará bem. Quem sabe?", confessou Lena.

A intérprete ainda intitulou como 'tóxica' a atual situação de sua personagem, principalmente no que diz respeito ao relacionamento com o irmão gêmeo, Jaime. "O que garantia a humanidade dela, era nitidamente seus filhos.

Publicidade

Todos se foram. O pai dela se foi. Até mesmo Tyrion se foi. Não restou ninguém para lhe dizer o que não pode ser feito, que ela está sendo estúpida, ou que é uma mulher. Acredito que quando Jaime surge e se mostra nada feliz, ela simplesmente pensa 'dane-se'. Com certeza essa temporada será interessante para eles. O que farão? É tudo tóxico agora", disse. 

Quando Cersei é avisada sobre o suicídio de Tommen, seu último filho vivo, a expressão que a personagem apresenta é redondamente diferente do que se esperava dela, ou de qualquer mão que descobre que o filho morreu. "Ela está exausta a esta altura. Cansada de tantas perdas, de sentir tamanha dor em seu coração, que simplesmente atropela suas emoções. O ponto forte dela, é sobreviver. Sua força para provar seu valor, que ela é alguma coisa", defende e finaliza Lena Headey.

#Televisão #Seriados #Game of Thrones