#Mc Biel já havia se envolvido em um caso de assédio a uma repórter que, inclusive, foi demitida do emprego. A mesma deu uma entrevista polêmica ao Gugu sobre como foi assediada pelo MC. O funkeiro, agora, entra em mais uma nova polêmica, dessa vez, ele aparece fazendo comentários racistas, homofóbicos e machistas através de postagens na rede social Twitter. Além disso, nos posts, também existem comentários preconceituosos contra os idosos. As imagens foram ‘garimpadas’ na rede social do cantor por internautas e eles encontraram mensagens desde o ano de 2011.

A revelação aconteceu na madrugada dessa terça-feira (02) e logo a mídia já tinha todas as imagens.

Publicidade
Publicidade

Um dia antes, curiosamente, o cantor havia dado uma entrevista no programa TV Fama, da RedeTV!. Lá, o artista revelou que, caso se encontrasse com a repórter que fez as denúncias de assédio sexual contra ele na mídia, ele diria que ela realmente ‘prejudicou sua carreira artística’ e isso estaria o incomodando muito, já que Biel foi cortado de participar de alguns eventos, como o da tocha olímpica.

Veja as principais frases preconceituosas do cantor e reveladas recentemente

“Bom dia negros fedidos” ou “Dar lugar no ônibus para idosos? Nós que ralamos o dia inteiro dar lugares para quem tem aposentadoria e coça o rabo o dia inteiro?”, publicou o cantor em sua rede social Twitter. Além de mensagens assim, outras de igual ou pior teor foram postadas pelo funkeiro, há alguns anos atrás. O exemplo é uma em que ele afirma que o correto seria o homem bater na mulher que o traiu, e não bater no homem que fez a traição com ela.

Publicidade

Além dessas mensagens, outras de cunho homofóbico também foram escritas.

Mais adiante, outros tweets revelaram bastante #Preconceito, como é o exemplo: “Preconceituoso só porque eu não ficaria com uma negra?”, postou MC Biel, explicando que isso não seria um preconceito, mas sim um gosto pessoal dele. Há também, nas postagens reveladas, algumas passagens onde o funkeiro critica alguns apresentadores de TV, como é o exemplo de Luciano Hulk e Fátima Bernardes.  #Racismo