Há algum tempo, o #SBT prometeu renovar a grade vespertina de sua programação ao invés de reprisar as tradicionais novelas mexicanas exibidas pela emissora. Uma decisão arriscada, já que as tramas mexicanas já possuem seu público fiel. Numa estreia quase relâmpago, eis que a tal atração é lançada, com um título que já fala por si: "Fofocando" - e já demonstrando ao que veio. Criado para competir com outros programas de suas concorrentes, especializados na vida dos #Famosos : 'Video Show', exibido pela Rede Globo e 'A Hora da Venenosa', com a blogueira Fabíola Reipert na Record, que costuma tirar o primeiro lugar da vênus platinada no horário. 

O programa apresenta os elementos chaves para conquistar  a audiência, embora tenha tido uma estreia tímida, com apenas 7 pontos, ocupando o terceiro lugar, ficando atrás na disputa com a Globo e com a Record.

Publicidade
Publicidade

Os líderes do 'Fofocando', Leão Lobo e Mamma Bruschetta, dispensam apresentações. Ambos com uma carreira sólida são competentes em suas funções, carismáticos por natureza , possuem o carinho dos telespectadores. Um dos maiores destaques é a sintonia entre Leão Lobo e Bruschetta, que mantém uma amizade de longa data.

O fato dos apresentadores serem experientes e bastantes conhecidos, já é algo que traz uma certa notoriedade para a atração. Porém, Lobo e Mamma não estão sozinhos. São  acompanhados pelo personagem "Homem do Saco", que esconde seu rosto com um saco de papel - e a busca pela sua identidade já movimenta a internet. 

No primeiro dia de sua exibição, o vespertino enfrentou críticas que deixaram Mamma Bruschetta chateada, como a mesma declarou ao vivo no programa desta terça-feira.

Publicidade

Muitos afirmavam que eles só falavam dos "artistas da casa", então para afrontar os críticos, eis que surge o produtor Gabriel Cartolano (a quem muitos atribuíram a identidade do "Homem do Saco" , que negou ser o personagem) com uma #Televisão, colocando no canal rival, Rede Globo, que exibia o 'Video Show' e fazendo com que o vespertino global fosse exibido na Globo e no SBT simultaneamente. Um feito histórico, que fez com que o 'Fofocando' estivesse entre os assuntos mais comentado nas redes sociais desta tarde.

De certo, é uma atração tradicional e repleta de clichês, que prendem o público. Não há nada de inovador no 'Fofocando'. Um programa que trata da vida de famosos, como há nas  emissoras concorrentes, onde os apresentadores se localizam em uma bancada, olham para câmera e contam as notícias do dia, que em tempos de internet está cada vez mais difícil dar uma fofoca quente em primeira mão.  A grande diferença está nos sujeitos que o comandam e a forma de como ele é conduzido.

Publicidade

Bruschetta e Lobo, são afiadíssimos e sabem captar o olhar do telespectador.  Batem um papo informal com eles, como se estivessem atravessado a televisão e ido parar no sofá, conversando cara a cara com quem está se assistindo.

O diálogo direto com público, falando o que se quer ouvir e mostrando o que se quer ver, é um dos segredos do sucesso. Um personagem com o rosto escondido não é um recurso novo e mesmo assim, ainda desperta a curiosidade das pessoas. Apresentadores sinceros que elogiam , mas também criticam, dizendo que não precisam fazer gracejos o tempo inteiro, falam sem sair do tom e sabem persuadir o telespectador com charadas e anedotas, o que faz com o público elaborem suposições sobre os temas abordados e se sintam como parte integrante do vespertino. 

É apenas uma questão de tempo para o 'Fofocando' decolar, e tem de ser logo pois sabemos que o Sílvio Santos costuma tirar do ar programas que não apresentam bons resultados.