Para quem não finalizou a temporada de "Stranger Things", saiba que o conteúdo a seguir contém spoilers.

O Prólogo

#stranger things cria uma atmosfera completamente enigmática, e isso começa logo em sua sequência de abertura, que serve para expor o suspense e, de certo modo, o terror que o telespectador enfrentará nos episódios seguintes: um funcionário do Laboratório Nacional de Hawkins correndo desesperado para o elevador, quando é surpreendido por uma criatura.

Para onde foi Will Byers?

Além das referências incríveis oitentistas, uma das melhores coisas é o desenvolvimento do grupo de amigos mirins que protagonizam o enredo.

Publicidade
Publicidade

O forte laço de amizade onde tudo era presencial, e não virtual. A união de quatro personagens é tamanha, que quando um deles desaparece misteriosamente - o doce Will - o restante do grupo enfrentaria qualquer coisa para encontrá-lo. A sequência do desaparecimento do pequeno, principalmente ao se notar o que o persegue, é pura tensão.

Através das luzes

Winona Ryder deu um show de atuação como Joyce Byers, a mãe de Will que se recusa a acreditar que o filho está morto. Várias cenas inspiradoras fazem parecer que Joyce está perdendo a sanidade, especialmente em seu ensaio de comunicação com Will através das luzes. Que de fato acontece. Tudo fica mais enigmático quando, mais que um vislumbre, a comunicação entre mãe e filho se estende a manifestações e palavras.

Segundo sumiço

Um dos instantes que fazem alusão a típicas produções de terror, é o desaparecimento de Barb.

Publicidade

Uma festa privada de adolescentes termina de maneira assustadora. Ao ser jogada de escanteio pela melhor amiga, que queria impressionar o namorado, Barb fica sentada à beira da piscina, num ambiente totalmente silencioso e isolado. Logo ela é atacada e se encontra em um lugar completamente estranho, que se assemelha ao local onde ela estava.

Nancy e o portal

O desenrolar da história, traz algumas dicas para que o público se localize. Em busca da criatura que apareceu próxima a Barb nas fotos que Jonathan fez da festa, Nancy encontra uma árvore com uma passagem para outra dimensão. A partir daí, fica mais claro como ocorrem os ataques, de onde a coisa vem, e como ocorrem as viagens interdimensionais.

Confronto com Eleven

Reafirmando a fraternidade e a importância da amizade, Mike enfrenta um garoto que o persegue no colégio, e o antagonista faz xixi na roupa graças aos poderes de Onze, que não permite que mexam com seus amigos.  Em outro momento, o valentão tenta se vingar pela humilhação, e ameaça esfaquear Dustin, caso Mike não pule de um penhasco.

Publicidade

Mike pula por seu amigo, e Onze o salva e novamente dá uma boa lição no "mal criado".

O trio

Em uma das cenas mais arrepiantes da temporada, Nancy e Jonathan se armam para capturar e matar o monstro, atraindo-o com sangue, mas Steve aparece de última hora, e tudo indica que ele será a próxima vítima. Todavia, o roteiro sempre surpreende e, em uma reviravolta, muda todas as expectativas para a sequência.

O Mundo Invertido

O season finale se divide entre o trio de adolescentes atraindo o 'Demogorgon', Joyce e Hopper procurando Will no Mundo Invertido e as crianças cuidando de Onze na escola. Os cientistas permitem que Joyce e Hopper entrem na realidade paralela, misteriosamente, e, quando estão lá, é possível observar muitos detalhes, além de toda a tensão construída. Rendendo um dos momentos melhor explorados, pertubadores e claustrofóbicos da narrativa. Uma jornada no tempo e espaço, rumo ao desonhecido. Brilhante.

O Duelo

Os militares e cientistas invadem o colégio tentando recuperar Onze. Mas o clímax acontece quando, além de tudo, o monstro vilão surge para incrementar o confronto. Os soldados abrem fogo contra o Demogorgon, que parece não se ferir e várias mortes se sucedem. O desfecho apoteótico destaca Onze em um duelo contra o ser interdimensional, marcando um final fascinante, empolgante, enigmático, poético e triste, muito triste. #Seriados #Netflix