A cantora, que havia postado, recentemente, em sua rede social Instagram, que havia levado uma mordida de um cavalo, apareceu nas redes sociais, em fotos sensuais, de maiô. Ela, cujo cachê chega a incrível marca de R$ 120 mil, está, atualmente, curtindo as belezas da Ilha da Madeira, em Portugal. Ela visitou o país para fazer um show e acabou aproveitando para tirar fotos e exibir sua beleza junto às maravilhas do local, nessa última quarta-feira (24). “O que dizer desse lugar”, perguntou a cantora aos seus seguidores da rede social e, muitos deles, passaram a ‘cantar’ a moça: “Maravilhosa”.

Porém, para a ‘infelicidade geral da nação de seguidores homens’, mas, para a felicidade da cantora, ela já estaria planejando a data do possível casamento com o atual namorado, Henrique do Valle.

Publicidade
Publicidade

#Paula Fernandes conta que para ter tal beleza física ela segue algumas dicas de nutrição, como não usar óleo de cozinha, por exemplo. “Não uso óleo de cozinha, só óleo de coco. Açúcar nenhum! E sal, só aquele rosa, do Himalaia”, conta a musa brasileira.

Paula Fernandes conta que não se rende às delícias da vida para agradar seu paladar, pelo contrário, de acordo com a cantora, ela busca envelhecer bem, saudavelmente, e sem nenhum problema com a sua saúde física. “Acho que isso é uma questão de escolha”, completou a cantora. Apesar de seguir regimes rígidos com alimentações saudáveis, a artista confessou que uma vez ou outra, como qualquer humano comum, também se rende a algumas guloseimas como chocolates, bolos e sorvetes “para não ser radical”. Ela concluiu afirmando que isso acontece de dez em dez dias ou uma vez na semana.

Publicidade

“Temos que viver, né?”.

Já os seus fãs, foram à loucura com as suas fotos ousadas de maiô no Instagram e passaram a dizer que, cada vez mais, se tornam fãs de Paula Fernandes, mas, dessa vez, não somente por causa de suas músicas, mas, também, por causa de sua beleza estonteante: “Tão divina”, respondeu um seguidor, “Gente do céu, é muita beleza”, disse outro fã da cantora.