O narrador Galvão Bueno viveu um dos momentos mais marcantes de sua carreira nesta sexta-feira, 05. Coube a ele fazer a narração da abertura dos jogos olímpicos do Rio de Janeiro. Durante praticamente quatro horas, ele se manteve no ar com seu "jeitão", falando muito. No entanto, o público da internet voltou com um pesadelo para o jornalista. O "Cala Boca Galvão" retornou e o jornalista virou o centro da atenção da festa.

Muitos telespectadores se diziam irritados por o narrador não deixar os demais colegas de trabalho falarem. Além dele, também ancoraram a transmissão o correspondente Marcos Uchôa, o diretor de esporte da Globo Renato Ribeiro e a apresentadora Glória Maria.

Publicidade
Publicidade

Durante muitos momentos, Glória e Bueno pareciam discutir ao vivo sobre diversos atletas e questões da cerimônia de abertura, deixando os telespectadores confusos. 

Um dos momentos de maior irritação com o fato da boca de Galvão não se calar nunca  se deu quando o público presente no Maracanã cantou o hit "País Tropical", logo depois do cantor Jorge Ben Jor terminar a sua apresentação. No entanto, o maior salário do esporte da Rede Globo de Televisão falou por cima e fez muita gente até gritar em casa. 

Ibope em alta

De acordo com a apuração da audiência em tempo real na grande São Paulo, no entanto, mesmo com o narrador falando demais, a emissora bateu recorde no horário, oscilando entre 30 e 33 pontos. A Record manteve média de 7 e a Band apenas 3. Ou seja, somadas, as emissoras de TV abertas que transmitiram a cerimônia mantiveram uma média de cerca de 40 pontos na maior cidade do país.

Publicidade

Cada ponto representa cerca de 69 mil domicílios na região. 

É bom lembrar que além da TV aberta, muita gente não tem paciência e corre para os canais a cabo ou para a internet. A previsão é que o evento tenha sido visto em todo o mundo por entre três e quatro bilhões de pessoas, o que dá para dizer seguramente que um entre dois habitantes da terra assistiu à festa ancorada diretamente da cidade do Rio de Janeiro.  #Rio2016