Se você ainda não assistiu 'Stranger Things', com certeza já leu muito a respeito, ainda que involuntariamente. Desde que foi lançada pela #Netflix, a série bombardeou as redes sociais e os fanáticos por esse tipo de programa televisivo não falam em outra coisa. Mas se você assistiu - o que é mais provável a esta altura - já conhece a belíssima abertura e dificilmente aquela música instrumental sai da cabeça.

A empresa responsável por desenvolver a abertura foi a Imaginary Forces de Los Angeles, contudo, a fote da logo marca de ST não foi desenvolvida especialmente para a série. No universo dos livros, essa é uma fonte bem comum, seu nome é ITC Benguiat.

Publicidade
Publicidade

Para quem gosta de livros-jogos certamente já a viu em 'Choose Your Own Adventure' escrito por Edward Packard. Outros lugares onde já pode ter sido vista é em 'Star Trek: First Contact', 'Twin Peaks' e 'Planet of Apes'.

Nos tempos em que as locadoras de filmes faziam sucesso e pagava-se multa por devolver o VHS sem rebobinar a fita, a Paramout também utilizava a ITC Benguiat para mensagens. Agora, pra quem é fã de Stephen King, conhecem a fonte de suas obras pois os livros que o autor publicou na década de 1980 - 'Cujo', 'Carrie', 'Misery', 'The Stand', 'Salem's Lot', 'Different Seasons', 'Firestarter', 'Night Shift', 'Pet Sematarye' e 'Christine' - possuem a mesma fonte da logo de #stranger things. Os irmãos Duffer sempre deixaram claro que Stephen King foi uma de suas inspirações para a criação de ST.

Publicidade

A série funcionou como um maravilhoso tributo a todas as partes incríveis da década de 1980 juntas, e o resultado não poderia ter sido melhor. O artista responsável por criar o pôster de Stranger Things, Kyle Lambert, se baseou diretamente em ilustrações de 'Indiana Jones', 'Star Wars', e 'De volta para o futuro' - obras de Tirou Strauzan.

Recentemente, Kyle Lambert revelou ter criado o cartaz de Stranger Things em um IPad Pro, utilizando uma Apple pencil e um aplicativo pago, que custa aproximadamente US$ 6,00 dólares. Incrível não?

#Seriados