A série de 'Stranger Things' mal chegou e já conquistou o público. Com uma trama alucinante e extremamente bem pensada, o alvoroço na internet foi imenso. Logo começaram a surgir as teorias. Confira as mais malucas - mas que fazem algum sentido!

1. ST seria uma obra baseada no algoritmo da Netflix

A plataforma de streaming recomenda títulos baseados no que os usuários costumam assistir. Por exemplo, se você sempre assiste a comédias, automaticamente outros filmes e séries cômicos surgirão para você. De acordo com a teoria, Stranger Things seria fruto de uma análise geral, que uniria todos os pontos mais fortes do que o público gosta, ou seja, criando um programa que agradaria qualquer pessoa. 

2. ST seria uma analogia ao vírus da AIDS

A teoria crê que o 'Demogorgon' representaria a homofobia! Observe: O seriado se passa em 1983, mesma época em que foi descoberto que o último estágio do HIV é a AIDS.

Publicidade
Publicidade

Will desaparece no primeiro episódio, e sabe-se que, por ser um menino sensível, o intitularam de gay. E depois surge Barb que reprova o relacionamento hétero de Nancy e Steve - segundo a teoria, Barb teria uma queda por Nancy. Eleven é constantemente confundida com um garoto.

Em meio a tantas alusões Nerds, existem diversas menções à homossexualidade. Um nome dado a AIDS é 'o monstro sem rosto', e o Demogorgon não possui rosto, seria uma representação. A criatura é atraída pelo sangue, o meio de proliferação do vírus. 

Por fim, Will encontra-se frágil, pálido e debilitado. Sintomas da doença?

Os fãs possuem muita imaginação, é preciso dizer. Mas calma que ainda falta uma teoria! 

3. ST retrataria a luta de Will contra o câncer

Ao adoecer, Will é levado para o hospital - "O Demogorgon o pegou".

Publicidade

O contato por meio das luzes, que Joyce Byers faz com seu filho, seria uma analogia do contato dela com os monitores do hospital que confirmam que Will está vivo, mas não seguro. O frio que o personagem diz sentir no Mundo Invertido, seria uma ligação direta ao tratamento de quimioterapia. 

Ainda há Karen, mão de Mike, que surge na residência dos Byers com ar de consolo e não com nervosismo pelo melhor amigo de seu filho ter desaparecido misteriosamente ao sair de sua casa. Karen leva comida para Joyce e a consola, mas, em momento algum, oferece ajuda nas buscas - seria porque Will não está desaparecido, e sim doente.

O Mundo Invertido seria uma pura alusão ao câncer, onde as plantas se alastram e desenvolvem desordenadamente, por toda parte, semelhante a uma anomalia, ou como a teoria acredita: um tumor.

Eleven fazia parte de um experimento em laboratório, e seus maiores objetivos no final é entrar em contato com o Mundo Invertido, e depois destruir o Demogorgon. Então a menina seria a cura de Will, que deveria interceder.

Publicidade

O que sustentou essa parte, foi a existência de uma droga experimental, para auxiliar no tratamento de câncer, chamada OGX-11. E Eleven, o nome da personagem, significa exatamente onze.

Os amigos de Will, que protagonizam boa parte da trama, seriam outra forma de tratamento ao câncer de Will. Todavia, são ineficazes. O ataque de Lucas ao monstro, com seu estilingue, seria uma representação de que Will não poderia ser salvo por esse tipo de tratamento (amigos).

O que você achou das teorias criadas pelos internautas?

#stranger things #Seriados #Netflix