Nesta quinta-feira, 04, vai ao ar o último capítulo de 'Liberdade, Liberdade', novela das onze horas da Rede Globo de Televisão. O desfecho do folhetim promete ser muito violento, tendo mortes e também emoção à flor da pele. A TV Globo envio uma prévia via sua assessoria, por exemplo, do que pode irá acontecer com o Coronel Tolentino, interpretado pelo ator Ricardo Pereira. Depois de não assumir seu romance proibido, ele acabou puxando a alavanca que matou o homem que tanto amava. André (Caio Blat) acabou padecendo na forca, mesmo com todo o esforço de Xavier para salvá-lo.

Após ver o rapaz sem vida no chão, Tolentino o abraça e o beija.

Publicidade
Publicidade

Ele se desespera por não ter tido coragem de bater de frente com o intendente Rubião, interpretado por Matheus Solano. Com o corpo morto do amado nas mãos, o Coronel, no entanto, acaba beijando o rapaz na frente de todos, parecendo não se importar mais com o preconceito e com as leis arcaicas da época. Encerra-se aí o que foi confirmado até agora pela Globo. 

As informações de uma fonte que estava nos bastidores é de que Tolentino daria um tiro na própria cabeça para ficar ao lado de André depois da morte. Ele falaria um texto reflexivo, que vai servir bastante para a sociedade de agora. Em seguida, ele efetua o disparo e morre abraçado a André. Joaquina (Andrea Horta) vê tudo isso quando ainda discute para se salvar de Rubião. 

A novela das onze da Globo atingiu a sua maior audiência nesta segunda, quando chegou a 28 pontos de média na grande São Paulo.

Publicidade

Um folhetim desse horário não tinha marca tão boa desde 2012. 'Verdades Secretas' marcou recorde no último capítulo, quando foram alcançados 27 pontos. Cada ponto representa cerca de 69 mil domicílios na maior cidade do país. 'Liberdade, Liberdade' é uma novela de Mário Teixeira e deixa as telas da Globo sendo considerada um fenômeno de audiência na TV, na internet e também de crítica, diferente, por exemplo, do que acontece com o folhetim do horário nobre 'Velho Chico', que patina no Ibope.  #Liberdade Liberdade