O autor de '#Velho Chico', Bruno Luperi, deixou em aberto uma questão quanto ao desfecho da novela de sua autoria, exibida pela #Rede Globo às 21 horas. Segundo o autor, Afrânio pode entregar seu capataz, Cícero, pelo crime há muito tempo cometido contra Belmiro dos Anjos, pai de Santo e Bento, e herói de Grotas nos anos 70. Embora Cícero tenha se mantido fiel às ordens do coronel como forma de agradecimento e gratidão pelo acobertamento de seu crime, a verdadeira história pode estar perto de ser revelada pelo próprio coronel ou até mesmo confessada pelo assassino.

Culpa

De acordo com o autor, o peso pela culpa dos crimes que Afrânio tem carregado (mesmo sem ter cometido) ao longo da vida, poderá começar a pesar sobre suas costas. Ainda afirmou que seria natural que mais cedo ou mais tarde o coronel viesse a sentir a necessidade de se livrar desse fardo.

Publicidade
Publicidade

O crime cometido por Cícero contra Belmiro foi o gatilho que deu inicio à guerra entre a família dos de Sá Ribeiro e a família dos Anjos.

Porém, de acordo com informações da "Revista TiTiTi", Encarnação, em seu leito de morte, cercada pelos familiares,  assumirá seus crimes, incluindo o fato de ser a mandante dos assassinatos de Belmiro dos Anjos e de Ernesto Rosa, sob o pretexto de que sua família continuasse à frente do poder em Grotas. A cena promete ser forte e comovente, principalmente quando a matriarca vier a morrer nos braços do filho logo após pedir perdão pela forma como o tratou durante a vida.

Afrânio, que no decorrer da trama vem percebendo o distanciamento de sua família devido à forma como os tratou, agora finalmente perderá a sua mãe e, fragilizado, poderá sentir o peso de acobertar a culpa de Cícero, levando-o à se acertar com a família, e a uma possível redenção com os parentes de Belmiro.

Publicidade

 

Fica ainda a dúvida: Afrânio entregará seu fiel capacho ou Cícero decidirá assumir o crime ao perceber a fragilidade do patrão e o mal que a culpa o traz?

Para você, qual será o desfecho? Deixe sua opinião nos comentários. #Novelas