#Velho Chico chega a sua reta final e, finalmente, Tereza e Santo conseguem viver o amor que agitou toda a novela das nove. Com o último capítulo previsto para ir ao ar no dia 30 de setembro, chega o momento das armações do passado virem à tona, o que une de vez o casal protagonista. Tudo começa quando o agricultor descobre que não é o pai de Olívia. Então ele decide sair de casa e deixar Luzia continuar vivendo na fazenda Piatã com a família. Bento concorda com o irmão e sugere que ele vá para a casa de Capitão Rosa.

Enquanto isso, Tereza percebe que é hora de romper com Afrânio. O coronel obriga a filha a escolher entre ele e Santo e ela não pensa duas vezes: "Não existe felicidade longe do homem que amo".

Publicidade
Publicidade

Ela joga na cara do pai que passou 30 anos abrindo mão de sua vontade para atendê-lo, chegou a casar com um "sujeito asqueroso" e se afastou de tudo para ser obediente; mas nada disso trouxe felicidade.

Afrânio esclarece que essa escolha da filha não tem volta. Então Tereza teme que o pai tente matar Santo e o questiona. "Não vou fazer nada contra ele, muito menos contra você. Só lamento você ser mais uma a dar as costas para mim. Eu sempre soube que esse dia iria chegar", responde o coronel. A mãe de Miguel afirma que os dois não precisam virar inimigos, mas o Saruê não concorda e afirma que o máximo que pode fazer é não impedir a filha de ir embora. "Você volte quando tiver vontade, pois minha casa será sempre sua, mas sem aquele um", conclui.

Na cena seguinte de Velho Chico, Tereza e Afrânio dão um abraço apertado de despedida e a mãe de Miguel sai de casa.

Publicidade

Logo em seguida ela aparece morando com seu amado para cuidar dos ferimentos que o protagonista possui após o atentado.

Tereza e Santo juntos

Já vivendo na mesma casa, Tereza e Santo conversam sobre a nova fase de suas vidas e ele percebe que a amada está abatida. "Finalmente estamos juntos, tenho medo que isso não dure", desabafa ela. O agricultor responde que tudo o que fizeram para separar os dois acabou os aproximando, então nada poderá afastá-los. Ele conclui que o amor que sentem é coisa de Deus, do destino, e isso vai durar.

Os dois se beijam e Santo desabafa que o amor deles não pode ser atingido pela maldade dos outros: "Durante 30 anos tive medo de nunca mais tê-la em meus braços. Agora, meu único medo é ver você indo embora outra vez". Tereza fica mais calma e responde que nunca mais irá sair do lado de seu amado. Alguns dias depois, Tereza e Santo passam a trabalhar juntos na cooperativa e até concluem uma grande venda para o exterior. #Novelas #Conectados