Filmes europeus têm algo a mais. Um charme a mais. Talvez seja algo deixado pelo francês Godard em Le Mépris ou pela poética audiovisual de Fellini. O certo é que os filmes europeus mostram algo que os filmes americanos ainda não conseguiram captar. Talvez jamais consigam.

CONFIRA TAMBÉM: 5 filmes de drama na Netflix para emocionar até os mais durões

CONFIRA TAMBÉM: 5 filmes indie para cinéfilos de coração

Filmes europeus possuem charme, e é deles que falaremos hoje. 5 filmes europeus que todos deveriam assistir. E, caso já tenham assistido, deveriam reassitir. Afinal, com tanta magia artística inserida em filmes europeus, a cada vez que se assiste, algo novo surge para surpreender.

Publicidade
Publicidade

Confira a lista de 5 filmes europeus para os cinéfilos amantes da arte europeia de fazer cinema:

1) A Grande Beleza (Direção: Paolo Sorrentino – 2013)

O escritor italiano Jep Gambardella vive numa constante baixa em sua vida com as páginas em branco. Desde seu último romance, escrito décadas e décadas atrás, Jep, com 65 anos na trama, vive seu cotidiano aproveitando-se dos frutos do seu sucesso passado. Até que, em meio a suas andanças, ele dá de caras com a lembrança de um grande amor de sua juventude que pode levá-lo a uma grande história.

2) O fabuloso destino de Amélie Poulain (Direção: Jean-Pierre Jeunet – 2002)

A pequena Amélie deixa o subúrbio na França onde vivia com a família e parte para a capital francesa, onde começa a trabalhar como garçonete. Amélie terá uma grande mudança em sua vida quando encontra uma misteriosa caixa em seu banheiro, e seu destino será reaver o dono da mesma.

Publicidade

3) A Onda (Direção: Dennis Gansel – 2008)

Em uma escola alemã, os alunos precisam escolher entre duas disciplinas optativas: a anarquia ou a autocracia. O professor Reiner Wenger é destinado a lecionar a autocracia mesmo contra sua vontade. Para tornar as coisas mais práticas e interativas, ele decide criar um grupo fascista fictício dentro da sala de aula sob o nome de “A Onda”, com uma ideologia e, inclusive, uma saudação própria. As coisas começam a sair do controle, e o fictício se torna real. Será que Wenger conseguirá deter a propagação do grupo fascista pela cidade?

4) Intocáveis (Direção: Eric Toledano, Olivier Nakache – 2012)

Philippe é um rapaz rico que, após um acidente quase fatal, acaba sobrevivendo, entretanto ficando tetraplégico. Ele, então, contrata Driss, um problemático jovem que não entende como cuidar de um paciente com deficiência. Os dois se afeiçoam um pelo outro, constituindo uma bela amizade, compartilhando seus mundos e convivendo próximos um do outro como grandes melhores amigos.

Publicidade

O #Filme é uma brilhante lição de vida e amizade.

5) A Caça (Direção: Thomas Vinterberg – 2013)

Lucas é o simpático trabalhador de uma creche. Bastante afetuoso, querido por todos e próximo das pessoas da comunidade, ele passa por um momento difícil com um divórcio complicado e a perda da guarda do filho. Mas o pior vem quando a pequena Klara – aluna da creche – revela algo que atormentará a todos os habitantes mesmo sem qualquer comprovação aparente.

  #Dicas #Netflix